Visão geral do Grafana Dashboard with SQL

Visão geral do Grafana Dashboard with SQL

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Neste artigo, demonstrarei como configurar o Grafana Dashboard para análise em tempo real ou para fins de monitoramento de dados. O Grafana é uma ferramenta de serviço de análise multiplataforma de código aberto que pode ser usada para buscar dados de várias fontes de dados e, em seguida, os dados podem ser visualizados de uma maneira muito intuitiva na forma de barras e gráficos. Esse é um recurso bastante útil para o DevOps ou a equipe de TI, pois pode facilitar o trabalho de encontrar anormalidades ou picos no ambiente de produção, observando os logs gerados.

O Grafana foi lançado pela primeira vez em 2014 e agora tem a capacidade de conectar-se a várias fontes de dados, incluindo MySQL, SQL Server, Grafite, Prometheus etc. O uso mais comum dessa ferramenta é criar uma visualização de dados de séries temporais, que descreve o saúde ou uso de um recurso por um período de tempo. Esses painéis podem ser implantados no local ou na nuvem, conforme necessário. Para fins deste tutorial, usarei a versão local da ferramenta.

Demonstração do painel Grafana

Figura 1 – Demonstração do painel Grafana

Dividiremos este artigo em duas partes. Na primeira parte, criaremos uma tabela fictícia no SQL Server, que simulará dados ativos ao longo do tempo. E na segunda parte, veremos como instalar o Grafana no local e como criar painéis ativos usando os dados fictícios do SQL Server.

Simulando os dados em tempo real no SQL

Vamos tentar simular dados ao vivo de um sensor físico que envia pontos de dados de temperatura e umidade a cada dez segundos. Vamos primeiro criar uma tabela na qual escreveremos os dados gerados. Você pode usar o script abaixo para criar a tabela.

Vamos criar um procedimento armazenado que gerará dados aleatórios como valores de temperatura e umidade quando executados.

Por fim, criaremos um trabalho do SQL Agent que executará o procedimento armazenado e o agendará para execução a cada dez segundos. Isso preencherá a tabela com valores aleatórios para temperatura e umidade e terá valores suficientes para desenvolver o painel. Você pode usar o script a seguir para criar o trabalho do SQL Agent ou criar o mesmo usando a interface do usuário.

Quando o trabalho agendado estiver em execução, você poderá consultar a tabela para ver os dados que estão sendo gerados. Você verá novos dados sendo gravados na tabela a cada dez segundos. Isso simulou um tipo de funcionalidade de dados ao vivo, que pode ser visualizada usando o Grafana Dashboard.

Dados ao vivo simulados

Figura 2 – Dados ao vivo simulados

Baixe e instale o painel Grafana

Navegue até o site oficial da Grafana – https://grafana.com/. Mover para Transferências e depois selecione Baixar. Como é gratuito e de código aberto, você não precisa pagar por nenhum tipo de licença.

Baixar Grafana Dashboard

Figura 3 – Baixar Grafana

Na página a seguir exibida, selecione a versão mais recente disponível. No momento da redação deste artigo, as últimas versão é 7.0.0, que pode ser diferente em algum momento posterior. Selecione os Edição Como Código aberto e Plataforma Como janelas. Se você deseja instalar o Grafana Dashboard para outros sistemas operacionais, é possível selecioná-lo nesta etapa. Como vou instalá-lo no Windows, vamos em frente e clique no link abaixo, que diz: “Faça o download do instalador”.

Faça o download do instalador

Figura 4 – Faça o download do instalador

Após o download do instalador, inicie a instalação. Prossiga com as etapas conforme necessário e conclua a instalação.

Instalando o Grafana

Figura 5 – Instalação do Grafana

O Grafana será instalado no local padrão. No meu computador, o local é “C: Arquivos de programas GrafanaLabs grafana bin”. Existem poucos arquivos neste diretório, dos quais vou iniciar o “grafana-server.exe”.

Iniciando o Grafana Server

Figura 6 – Iniciando o Grafana Server

Quando o servidor estiver em funcionamento, você poderá navegar para http: // localhost: 3000 / no seu navegador. Essa é a porta padrão na qual o Grafana está instalado. Você também pode configurar algumas outras portas no arquivo de configuração. Depois de clicar no URL, você será solicitado a fornecer um nome de usuário e uma senha para fazer login. Por padrão, o nome de usuário e a senha para o logon são “admin“E”admin”Respectivamente. Após o login, você será solicitado a alterar a senha dos próximos logins.

Entre na Grafana

Figura 7 – Login no Grafana

A página inicial do Grafana Dashboard se parece com isso.

Visão geral do Grafana Dashboard

Figura 8 – Visão geral do Grafana Dashboard

Agora que efetuamos login com sucesso no Grafana, o próximo passo é adicionar a fonte de dados da qual queremos buscar os dados para visualização. Como já preparamos nossos dados no SQL Server, vamos em frente e adicione a fonte de dados aqui. Clique no bloco que diz – “Adicione sua primeira fonte de dados”.

Adicionando fonte de dados

Figura 9 – Adicionando fonte de dados

Você será redirecionado para o Adicionar fontes de dados página, onde existem opções para adicionar uma fonte de dados a partir de muitas opções disponíveis. Se você rolar abaixo, poderá ver a opção de adicionar Microsoft SQL Server debaixo de SQL categoria. Clique em Selecione para prosseguir.

Selecione Microsoft SQL Server

Figura 10 – Selecione Microsoft SQL Server

Na próxima etapa, você pode adicionar os detalhes da conexão ao banco de dados do SQL Server. Você precisa fornecer o nome de anfitrião, a base de dados nome e um Nome de usuário SQL e senha. O Grafana não oferece suporte à autenticação do Windows agora, portanto, usar o nome de usuário e a senha do SQL é a única opção. Se você não possui nenhum usuário SQL, vá em frente e crie um antes de continuar. Clique em Salvar e testar uma vez concluído.

Adicionando detalhes da fonte de dados ao SQL Server

Figura 11 – Adicionando detalhes da fonte de dados para o SQL Server

Se a conexão for bem-sucedida, você receberá uma notificação da seguinte maneira.

Conexão com o Banco de Dados OK

Figura 12 – Conexão do banco de dados OK

Criando o painel

Depois que a fonte de dados foi adicionada com sucesso, agora podemos prosseguir e criar o painel. No painel esquerdo, clique em Adicionar e selecione Painel de controle.

Criar painel

Figura 13 – Criar painel

No novo painel, clique em Adicionar novo painel.

Adicionar novo painel

Figura 14 – Painel Adicionar novo

Um novo painel padrão aparecerá com um conjunto de dados fictício. Precisamos alterar a fonte de dados e selecionar a fonte de dados do SQL Server.

Alterando a fonte de dados

Figura 15 – Alterando a fonte de dados

Assim que você alterar a fonte de dados, o gráfico começará a exibir resultados vazios porque ainda não há uma consulta especificada para buscar os dados. Você precisaria escrever a consulta para buscar os dados em tempo real da tabela que criamos. Usando esses dados, o gráfico será gerado. Eu forneci a consulta abaixo. Além disso, também gostaríamos de atualizar o painel a cada dez segundos, para o qual precisamos configurar o valor para Intervalo mínimo para “10s”.

Consulta Grafana

Figura 16 – Consulta Grafana

É assim que o painel de séries temporais fica quando a consulta é executada. Para uma melhor visibilidade, selecionei o intervalo de tempo para “Últimos 5 minutos”, Você pode alterá-lo para o que quiser. Clique em Aplique quando terminar.

Painel de séries temporais criado

Figura 17 – Painel de séries temporais criado

Como você pode ver, um painel é composto de vários painéis, para que possamos adicionar quantos painéis forem necessários em um painel. Cada um desses painéis pode ser configurado separadamente, o que aumenta ainda mais a flexibilidade do aplicativo. Você pode escolher entre vários tipos de painéis diferentes para criar.

Tipos de visualização do painel Grafana

Figura 18 – Tipos de visualização

Conclusão

Neste artigo, vimos o que é o Grafana Dashboard e como configurá-lo. Criamos alguns dados fictícios no SQL Server que podem simular dados alterados ao vivo e que podem ser buscados usando o Grafana e visualizados. Na minha opinião, é uma ótima ferramenta para começar a monitorar os recursos ativos do ambiente de produção, pois é gratuito e fácil de instalar e usar. Os painéis podem ser facilmente criados com alguns conhecimentos básicos de SQL e podem ser configurados para serem atualizados em uma programação.

Aveek Das
Últimas mensagens de Aveek Das (ver todos)

Leia Também  Semana gratuita de Fundamentos da Consulta de consultas: Parte 4, Melhorando a precisão da estimativa de cardinalidade