Introdução aos relatórios parametrizados do Power BI

Introdução aos relatórios parametrizados do Power BI

Introdução aos relatórios parametrizados do Power BI 1


Neste artigo, explicarei como podemos desenvolver relatórios parametrizados do Power BI localmente e depois migrar
o mesmo relatório em vários ambientes, como desenvolvimento, controle de qualidade e produção. Relatórios parametrizados do Power BI
são essenciais porque podemos usar o mesmo relatório para desenvolver os gráficos e os KPIs e fornecer o mesmo relatório
ao controle de qualidade que o testará em um ambiente separado e, finalmente, quando o teste estiver concluído, talvez seja possível
fornecido a um administrador que pode publicá-lo no espaço de trabalho de produção.

Para desenvolver relatórios parametrizados do Power BI, precisaríamos parametrizar nossa conexão de fonte de dados no Power BI
relatórios ao estabelecer a conexão com os bancos de dados de origem. Outra coisa importante a ter em mente para isso
é ter o mesmo esquema de banco de dados de origem em todos os ambientes. Isso significa que a estrutura das tabelas e relacionamentos nos bancos de dados deve ser a mesma em todos os ambientes. Se houver discrepâncias
dentro do esquema, os relatórios do Power BI falharão e não funcionarão mais como planejado.

Preparando o ambiente de banco de dados

Para desenvolver relatórios parametrizados do Power BI, precisaríamos de três fontes de dados diferentes das quais podemos
buscar dados no ambiente do Power BI. Vamos agora preparar o nosso ambiente de banco de dados primeiro. No servidor de banco de dados, criaremos três bancos de dados diferentes, um para cada desenvolvimento, controle de qualidade e produção
ambientes. Embora em um cenário real, os servidores e os bancos de dados estejam em isolamento completo, no entanto, para fins deste tutorial, manteremos os bancos de dados no mesmo servidor. Vá para o Gerenciamento do SQL Server
Studio e crie os bancos de dados. Vou chamar os bancos de dados como SQLShackDemo_DEV“,
SQLShackDemo_QA“E”SQLShackDemo_PROD”. Você pode executar o seguinte script para criar os bancos de dados em sua máquina:

Criando os bancos de dados

Figura 1 – Criando os bancos de dados

Depois que os bancos de dados forem criados, vamos em frente e crie as tabelas para desenvolvimento, controle de qualidade e produção. Para
Para simplificar, vou adicionar uma tabela chamada “FactSales“E adicione apenas uma coluna
TotalSalesAmount”Para todas as três tabelas nos bancos de dados. Você pode adicionar quantos
tabelas e colunas como desejar. Por favor, note que é extremamente obrigatório ter o esquema exatamente o mesmo para os três bancos de dados ou fontes de dados para parametrizar as fontes de dados. Se o esquema
não é o mesmo, o relatório do Power BI com parâmetros não seria capaz de buscar os dados e, portanto, falharia enquanto
atualizando os relatórios. Você pode usar o script abaixo para criar as três tabelas sob os bancos de dados e inserir alguns
testar dados nele:

Leia Também  Exemplos XQuery para excluir documentos XML XML

Com isso, concluímos nosso desenvolvimento de banco de dados. Agora, vamos para o desenvolvimento do Power BI Report.

Desenvolvendo o Relatório do Power BI

Agora que nosso ambiente de banco de dados foi configurado, estamos prontos para começar a trabalhar no relatório do Power BI. Abra o Power BI Desktop e clique em Arquivo. No menu exibido, selecione Opções e configurações, e depois selecione Opções. o Opções caixa de diálogo é aberta.
Debaixo de Global painel à esquerda, clique em Editor de consultas de energia, e sob o Parâmetros , marque a caixa de seleção que diz “Sempre permitir parametrização em diálogos de fonte de dados e transformação”. Clique em Está bem Uma vez feito:

Habilitando relatórios parametrizados do Power BI

Figura 2 – Habilitando a parametrização no Power BI Desktop

Depois que a parametrização das fontes de dados estiver ativada, comece a trazer os dados do SQL Server. Clique em Adquirir dados e selecione servidor SQL no menu suspenso:

Buscando dados do SQL Server no Power BI

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Figura 3 – Buscando dados do SQL Server no Power BI

Agora, como você pode ver, temos uma caixa suspensa disponível para especificar se a fonte de dados é um valor de texto simples ou se é
um parâmetro Como queremos parametrizar nossa fonte de dados, vamos em frente e selecionamos o Novo Parâmetro no menu suspenso e clique em Está bem:

Leia Também  Visão geral do índice de cluster do SQL Server

Relatório parametrizado do Power BI

Figura 4 – Selecionando novo parâmetro para fonte de dados

o Gerenciar parâmetros caixa de diálogo é aberta. Neste, você pode nomear seus parâmetros e fornecer valores
para a cadeia de conexão também. Como vamos parametrizar nossa fonte de dados, nomeie-o como “Fonte de dados“E insira o Valor atual como”localhost”. Vocês
É necessário fornecer o nome do seu servidor no qual o banco de dados é criado. Clique Está bem Uma vez feito:

Especificando o parâmetro de fonte de dados

Figura 5 – Especificando o parâmetro de fonte de dados

Repita o mesmo para especificar o nome do catálogo como um parâmetro. Forneça o nome do banco de dados de desenvolvimento como o Valor atual. Clique Está bem Uma vez feito:

Especificando o nome do catálogo como o parâmetro

Figura 6 – Especificando o nome do catálogo como parâmetro

Por fim, selecione Modo de conectividade de dados Como Importar e clique em Está bem. Isso trará os dados do SQL Server para o relatório parametrizado do Power BI:

Importar dados para o relatório do Power BI parametrizado

Figura 7 – Importar dados

Depois que a conexão for estabelecida com o banco de dados do SQL Server, você verá uma opção para importar as tabelas que
você precisa importar. Como temos apenas uma tabela, iremos em frente e buscaremos no Power BI. Clique Carga Uma vez feito:

Buscar dados do FactSales

Figura 8 – Buscar dados do FactSales

Como temos apenas um campo na tabela (TotalSalesAmount), vamos criar um cartão visual
para exibir o valor. No ambiente de desenvolvimento, inserimos o valor como “100
visível no relatório da seguinte maneira.

Capturando dados do Development Environment

Figura 9 – Capturando dados do Development Environment

Alterando os parâmetros

Agora que nosso relatório inicial do banco de dados de desenvolvimento foi criado e podemos visualizar os dados, vamos seguir em frente
e tente alterar os parâmetros de conexão e aponte a fonte de dados para o banco de dados de controle de qualidade.

Vá para o Transformar dados na barra de menus e selecione Editar Parâmetros no menu suspenso:

Editar Parâmetros

Figura 10 – Editar parâmetros

No Editar Parâmetros Na caixa de diálogo, altere o nome do catálogo para apontá-lo para o ambiente de controle de qualidade.
Nesse caso, vamos renomeá-lo para “SQLShackDemo_QA“E clique Está bem.
Por fim, clique no Aplicar mudanças para avançar e atualizar o conjunto de dados do Power BI:

Leia Também  Aprenda MySQL: O que é paginação

Caixa de diálogo Editar Parâmetros

Figura 11 – Caixa de diálogo Editar Parâmetros

Depois que o conjunto de dados é atualizado, agora você pode ver que o visual do cartão foi atualizado e agora reflete o valor
do ambiente de controle de qualidade que é “800”. É assim que você pode usar qualquer fonte de dados para buscar
dados no Power BI sem alterar manualmente os relatórios:

Relatório do Power BI do ambiente de controle de qualidade

Figura 12 – Relatório do Power BI do ambiente de controle de qualidade

Repita o mesmo para o ambiente de produção. Vamos em frente e modificar o nome do catálogo para “SQLShackDemo_PROD”E carregue os dados no relatório do Power BI:

Editar parâmetros para produção

Figura 13 – Editar parâmetros para produção

Depois que o conjunto de dados é atualizado, agora você pode ver os valores do banco de dados de produção “5000”Sendo exibido no relatório parametrizado do Power BI:

Relatório do Power BI do ambiente de produção

Figura 14 – Relatório do Power BI do ambiente de produção

Conclusão

Neste artigo, descrevi como criar relatórios parametrizados do Power BI em diferentes ambientes. este
é feito parametrizando as conexões da fonte de dados enquanto busca dados nos relatórios do Power BI. Por padrão,
esse recurso está desativado no aplicativo Power BI Desktop, mas pode ser ativado posteriormente, se necessário. Usando
esse recurso pode ajudar bastante no uso do mesmo relatório do Power BI em diferentes ambientes sem a necessidade de
crie manualmente o relatório separadamente para cada ambiente. Além disso, usando as conexões de fonte de dados parametrizadas
permita que os usuários usem o relatório e se conectem a qualquer outra fonte de dados, desde que o esquema do banco de dados seja o mesmo.

Aveek Das
Últimas mensagens de Aveek Das (ver todos)

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br