Como marcar um estágio com um de seus heróis (como Gary V) antes de iniciar sua inicialização

Como marcar um estágio com um de seus heróis (como Gary V) antes de iniciar sua inicialização

Como marcar um estágio com um de seus heróis (como Gary V) antes de iniciar sua inicialização
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Andrew W: Olá, combatentes da liberdade. Meu nome é Andrew Warner, sou o fundador da Mixergy, onde entrevisto empreendedores sobre como eles construíram seus negócios. E as pessoas continuam procurando histórias interessantes para mim porque sabem que eu amo empreendedorismo e amo histórias de sucesso, mas também sou uma das poucas pessoas que ficam fascinadas por histórias de fracasso quando as coisas não dão certo.

Juntar-se a mim hoje é um empresário que teve os dois, ele tinha uma empresa, não deu tão certo, desistiu de tudo ou perdeu tudo, o que acabou não sendo muito. Mas ele perdeu tudo. E então ele disse: “Você sabe o que? Só vou viajar. ”De alguma forma, ele acabou na Índia com um negócio que criou na Índia, onde agora ensina aos desenvolvedores indianos como codificar e, em seguida, ajuda-os a conseguir trabalho. E entenda, eles não estão pagando para ele aprender até que ele os coloque em um emprego. E mesmo assim, eles não precisam pagar por quê? Três anos, Andrew?

Andrew L: Não, eles pagam por um período de três anos. Sim, [inaudible 00:01:00], sim.

Andrew W: Durante um período de três anos? Um total de US $ 25.000 em um período de três anos, esse é o modelo. Tudo certo.

A pessoa cuja voz você acabou de ouvir é Andrew Linfoot, ele é o fundador da Pesto. É um programa de treinamento intensivo para ajudar desenvolvedores de software na Índia a obter carreiras tecnológicas internacionais. Se você deseja contratar, tenho certeza de que ele adoraria que você fosse ao site dele. Qual é o site?

Andrew L: pesto.tech.

Andrew W: pesto.tech. Quero agradecer aos dois patrocinadores que fizeram esta entrevista acontecer. A primeira, se você está hospedando um site ou deseja hospedá-lo, precisa de uma boa empresa de hospedagem, hostgator.com/mixergy. E o segundo . . . Na verdade, isso é um pouco competitivo, porque a segunda empresa é a Toptal, para contratar desenvolvedores, é competitiva, não é?

Andrew L: Sim, sim, um pouco. A maior diferença é o tipo de foco em Toptal, como freelancers e trabalho flexível, e eles também são mais um mercado. Nós realmente nos concentramos em educação e empregos em período integral.

Andrew W: Vou lhe dizer uma coisa, não vou deixar isso estranho. Vou mudar para Setapp, apesar de ficar sem anúncios para eles, como se tivesse satisfeito meu contrato com eles, os amo muito. Falarei sobre o Setapp e por que, se você possui um Mac, você e seu pessoal precisam estar no Setapp para obter o melhor software para Mac.

Qual é a receita? Quanto vocês estão fazendo?

Andrew L: Portanto, temos um pouco mais de US $ 2 milhões em acordos de participação nos resultados no ano passado.

Andrew W: Isso significa que, nos próximos três anos, supondo que todos obtenham empregos, você acabará coletando os US $ 2 milhões ou mais que ganhou.

Andrew L: Sim, correto.

Andrew W: Tudo bem. Voltarei a isso daqui a pouco. Estou fascinado pelo fato de que, no início de sua vida, você foi estagiário de Gary Vaynerchuk. Como você acabou trabalhando com Gary Vaynerchuk?

Andrew L: Então, basicamente, eu estava navegando pelo Twitter um dia e segui Gary porque estava nas startups, vi uma de suas primeiras palestras, ele twittou sobre precisar de ajuda em Lafayette, Indiana. E eu estava indo para a escola em Purdue, que fica em West Lafayette, Indiana. Então é meio estranho, mas com certeza, eu respondo, tipo: “Ei, Gary, feliz em ajudar, grande fã.” , porque o vendedor não queria aceitar o PayPal. Ele só aceitou dinheiro. Então, obviamente, peguei um pouco de dinheiro, Gary me pagou um PayPal, fui buscar os brinquedos e os enviei para Gary. E então, no final dessa conversa, foi como “Ei, Gary, se você precisar de estagiários, eu adoraria vir e ser orientado por você e trabalhar para você”.

Andrew W: Isso está administrando uma agência de publicidade gigante. Ele tem muitos seguidores on-line e uma grande marca, um público para cultivar e passar um tempo. . . Por que ele está mexendo com brinquedos?

Andrew L: Eu acho que ele é como. . . Ele é um vendedor de coração. Ele simplesmente adora vender coisas. Eu acho que é assim que ele consegue seus chutes. E não importa se é um acordo de vários milhões de dólares com um parceiro de marca ou se está vendendo algumas coisas que ele encontrou em uma venda de garagem. E ele ainda faz vendas de garagem, pense hoje, apenas por diversão com o irmão.

Andrew W: Eu já vi isso no YouTube.

Andrew L: Sim, sim.

Andrew W: Então você os ajudou a comprar algo que ele iria vender no eBay ou em algum lugar assim?

Andrew L: Sim, como. . .

Andrew W: É isso?

Andrew L: É isso, como brinquedos de US $ 6, ele os trocou por talvez US $ 20. E existem muitos US $ 100.

Andrew W: É como um paciente mental, do jeito que ele está fazendo isso. Mas é fascinante que ele goste disso. Quando você acabou trabalhando com ele, e eu perguntarei em um momento como você terminou o estágio, uma das coisas que você fez foi ajudá-lo a arbitrar anúncios. O que isso significa? O que você fez especificamente?

Andrew L: Sim, então, quando eu estagiei pela primeira vez para ele, ajudei-o a lançar seu livro “Jab, Jab, Jab, Right Hook” e depois fiquei em contato. E depois da faculdade, acabei trabalhando para ele em período integral, onde fizemos a arbitragem da mídia.

E basicamente, o que é isso é que, se você conseguir clicar em um anúncio do Facebook por US $ 0,03, você acessa um dos sites de nossa rede de blogs e exibimos US $ 0,05 em banners enquanto você lê um artigo, obtemos um lucro de US $ 0,02. É como se estivéssemos negociando globos oculares na Internet.

Andrew W: E qual foi sua parte em todo esse esforço?

Andrew L: Foi principalmente sobre desenvolvimento tecnológico. Então eles tinham um processo que estava funcionando decentemente, com rendimentos decentes na arbitragem, era tudo baseado em planilhas e era muito difícil para eles escalar. Então eu entrei e automatizei todos os seus processos, construí um monte de ferramentas e painéis até o ponto em que entramos e olhamos para painéis e algoritmos de ajustes, e era como uma espécie de dinheiro impresso.

Andrew W: Porque antes era um ser humano olhando para uma planilha e dizendo: “Pagamos apenas US $ 0,10 por essa palavra-chave e, quando as pessoas acessavam o site, ganhamos US $ 0,04. Deveríamos comprar mais dessa palavra-chave. ”

Andrew L: Sim, essencialmente, sim.

Andrew W: Essencialmente. E então você o automatizou para que o sistema soubesse automaticamente quais palavras-chave pagar mais e para quais sites enviar o tráfego?

Andrew L: Sim, basicamente, quero dizer, não se trata tanto de prever palavras-chave, mas de testar várias mini-experiências e, em seguida, basicamente, atualizar as experiências com bom desempenho e alto rendimento, e você basicamente aloca mais orçamento para essas e encerre experimentos que não estão indo bem.

Andrew W: E foi você que escreveu o código do zero, todo esse sistema?

Andrew L: Sim, sim, desenvolvi toda a tecnologia e contratamos uma pequena equipe. Foi bonito. . . Honestamente, era muito mais responsabilidade do que eu deveria ter recebido como alguém que saiu da faculdade. Gary meio que apostou em mim. Este é o meu primeiro tipo de trabalho de engenharia de software real. E gastávamos mais de US $ 1 milhão por mês, programaticamente, com o código que escrevi.

Andrew W: Eu não fazia ideia de que Gary estava fazendo isso, US $ 1 milhão por mês apenas em arbitragem de anúncios?

Andrew L: Sim, apenas arbitragem de anúncios. E o mercado ficou meio que seco, então eu acho que ele não está mais fazendo arbitragem de anúncios, mas acho que foi em 2015 e, basicamente, de 2012 a 2015, era uma grande oportunidade de mercado na época.

Andrew W: E esse foi um período em que ele estava fazendo palestras, em que dizia: “Pessoal, quero dar um soco na sua cara porque você não está comprando anúncios no Facebook”. Agora sabemos o porquê.

Andrew L: Sim, sim.

Andrew W: Porque era muito mais barato.

Andrew L: Foi tão desvalorizado que você pode literalmente comprar um anúncio no Facebook, o Facebook leva 20% a 30%, seja o que for, você envia esse tráfego para um site em que você perde uma tonelada dele e você gera receita com um anúncio do Google no qual o Google leva 20%, 30% e ainda há lucro a ser obtido.

Andrew W: Quem é o proprietário dos sites?

Andrew L: Nós os construímos, sim.

Andrew W: Para?

Andrew L: Então cada um era como uma parceria de joint venture com diferentes clientes de banner. Por isso, criamos um site sobre queijo com o Ritz Crackers. Decidimos sobre neurociência com a General Electric. E também construímos algumas instalações internas.

Andrew W: Então ele vai ao Ritz Crackers e diz: “Ei, Ritz, em vez de comprar anúncios na televisão, por que você não nos dá dinheiro? Criaremos um site para você. Em seguida, criaremos o conteúdo para você. É para isso que você está nos pagando. E devolveremos parte do dinheiro para você, porque compraremos anúncios programaticamente. Esse cara, Andrew Linfoot, escreveu código para nós. Então, quando ele ganhar dinheiro com seu site comprando pouco no Facebook e vendendo alto para o Google, compartilharemos um pouco disso com você. ”Esse era o modelo.

Andrew L: Sim, basicamente.

Andrew W: Bom Deus. E foi para isso que você se inscreveu. É por isso que você estava disposto a comprar um brinquedo em troca de dinheiro e depois receber o PayPal dele e enviá-lo por correio. Você queria esse tipo de visão do mundo.

Andrew L: Sim, eu apenas. . . Bem, na minha última startup, arrecadei algum dinheiro para uma startup, US $ 50 mil em sementes, e desisti da escola para fazer isso. Pensei que eu ia fazer grande. Não sabia o que estava fazendo e, assim como, dirigia a empresa no chão. E então eu estava muito cansada disso. E a coisa do brinquedo, trabalhar para o estagiário de Gary era mais sobre como eu queria aprender como esse mundo funciona no nível real, se isso faz sentido.

Andrew W: Porque você foi humilhado.

Andrew L: Sim, basicamente porque eu chutei minha bunda.

Andrew W: E a razão pela qual você foi humilhado é porque você começou a partir de um local de confiança. Você é um cara que começou um jornal da escola na quarta série. Foi uma experiência empreendedora, certo?

Andrew L: Sim.

Andrew W: O que mais você fez? Quero saber por que você pensou que seria um empreendedor porque teve uma experiência que disse que sim. Quais são algumas das coisas que você fez?

Andrew L: Quero dizer, fiz todo tipo de coisa. Quero dizer, eu li uma de suas biografias antes disso também e você estava vendendo doces naquele dia, certo?

Andrew W: Sim.

Andrew L: Eu fiz a mesma coisa. Vá para a escola cedo, escolha um monte de doces, leve-o para a escola, venda-o em dobro.

Andrew W: Qual foi sua experiência com doces? O que você vendeu?

Andrew L: Principalmente como Dr. Peppers e Skittles, barras de chocolate, mas depois derretem um pouco. Você sabe, se você tem muito tempo na mochila, tem muitas delas, então esse tipo de coisa. E então eu estava sempre trabalhando em diferentes tipos de projetos de engenharia no meu tempo livre. Eu definitivamente me consideraria mais engenheiro do que empreendedor e eu. . .

Andrew W: Sim, você disse ao nosso produtor que queria ser um inventor. De fato, o que você fez com essa ligação magnética de snowboard?

Andrew L: Ah, então há um videogame que eu realmente gosto de crescer chamado SSX Tricky, que basicamente é como um jogo de snowboard, super irrealista, mas você dá esses saltos loucos, tira um snowboard no ar e gosta de girar ao redor e fazer truques. Eu pensei que era como o conceito mais legal de todos os tempos. Então eu comprei algumas botas de snowboard usadas e algumas amarras e comecei a comprar ímãs de neodímio e a tentar fazer uma ligação magnética de snowboard para tornar isso uma realidade.

Andrew W: E?

Andrew L: Eu realmente não cheguei tão longe com isso. Eu meio que montei alguns protótipos básicos, nunca tive a chance de realmente levá-los para a montanha. Não acho que a matemática tenha dado certo, especialmente se você gosta de pular. É meio que muita força. Mas ainda estava. . . Eu realmente nunca fiz isso porque queria criar um negócio com isso, apenas fiz porque era como intelectualmente satisfatório.

Andrew W: Este foi o inventor Andrew se expressando, certo?

Andrew L: Sim, essencialmente, sim, você poderia dizer isso.

Andrew W: E o negócio em que você se humilha, era a Kyk Energy?

Andrew L: Sim, era Kyk.

Andrew W: O que foi Kyk?

Andrew L: Então era um pó energético neutro, que você adicionou a qualquer bebida que se transforma em bebida energética. Então, digamos que você goste de suco de laranja pela manhã, mas ainda deseja a sua energia de café. Você joga um pacote de nosso, não altera o sabor, a textura ou os benefícios para a saúde, não adiciona calorias ou açúcar extras. Mas agora seu suco de laranja lhe dará a energia de duas ou três xícaras de café.

Andrew W: Por que isso não deu certo? Parece uma ótima ideia.

Andrew L: Sim, pensamos assim também, até que entramos no mercado e começamos a vendê-lo. E nós, quer dizer, vendemos cerca de 40.000 unidades. Tivemos clientes e eles gostaram. Mas a realidade é que, quando você está cansado, não se importa com o gosto de sua energia. É por isso que as pessoas bebem energia de 5 horas, com gosto de porcaria, mas isso não importa.

Andrew W: Eles também não querem misturar nada.

Andrew L: Sim, exatamente. E é assim, e você precisa ter algo para misturá-lo, porque ele foi projetado para não se misturar com a água porque não tinha sabor, então você precisava tomar uma bebida com sabor. Se você misturá-lo com água, ele tem um gosto de produtos químicos sem graça. Então foi tipo, sim, apenas uma daquelas idéias que pareciam muito melhores na teoria, mas na prática apenas as pessoas não se importaram o suficiente.

Andrew W: E você também estava executando o QR Interactive Solutions na época?

Andrew L: Sim, acho que um pouco antes disso, esse era um negócio de consultoria que eu fazia com meu amigo. Foi como se você pegasse carona com o hype dos códigos QR em 2010 e vendesse várias campanhas de marketing de código QR como esta [inaudible 00:11:23].

Andrew W: Isso funcionou?

Andrew L: Eu ganhei algum dinheiro, sabe, talvez cerca de US $ 20.000 ou algo assim.

Andrew W: Isso é ótimo. Então, por que você ficou tão humilhado com a Kyk Energy? Então, se a coisa não deu certo, por que você a levou tão mal?

Andrew L: Eu acho que o grande problema é com isso, nós levantamos dinheiro, foi o primeiro que eu realmente meio que entrei. E acho que, como fundador, quando você está construindo uma empresa e realmente se empenha, ela começa a não ser apenas sobre a empresa, mas também representa você como pessoa. E acho que, partindo disso, e como estamos no Fox National News, tivemos muitos hype da mídia, mas, sabe, lição aprendida, o hype da mídia não se traduz necessariamente em vendas. É como se fosse minha primeira exposição a quão rápido e interessante o mundo das startups pode ser. Mas então uma espécie de queda rápida depois disso. Se isso faz sentido.

Andrew W: Tudo bem. Ele fez uma campanha no Indiegogo por isso. Você tentou levantar $ 15.000. Você recebeu US $ 3.300.

Andrew L: Sim, sim. Nós não fizemos tanto calor.

Andrew W: admiro que você não encontrou uma maneira de tirar isso da Internet, que está permitindo que as coisas fiquem por aí. Eu sinto que é um bom conjunto de migalhas para as pessoas seguirem mais tarde, quando estiverem tentando descobrir como você chegou aqui.

Andrew L: Sim, sim, espero que não seja um problema.

Andrew W: [Fix 00:12:36] naquela.

Andrew L: Desde que eu não entenda como política ou algo em que você sabe que eles se importam, você sabe, desenterrar seu passado ou algo assim, mas eu não sei, acho que é. . .

Andrew W: Mesmo assim.

Andrew L: Sim.

Andrew W: Ok, então, como você fez Gary deixar de querer que você compre um brinquedo para que ele o traga como estagiário? Você foi muito esperto, persistente.

Andrew L: Sim, persistência é o melhor caminho. Inteligente, eu não sei. Mas eu basicamente apenas enviava um e-mail a ele toda semana até ele responder. Basicamente, eram 40 e-mails antes e depois. . .

Leia Também  Brian Solis compartilha a importância da verdade do cliente nas tendências e previsões de marketing de mídia social B2B do TopRank para 2020

Andrew W: 40 e-mails?

Andrew L: Sim.

Andrew W: E, a propósito, essa é uma das coisas que ele diz muito a fazer, certo? Se você quer trabalhar para a VaynerMedia ou Gary, na verdade. . . Esqueça de trabalhar para ele. Ele diz que se você está tentando fazer isso como músico, envie 500 mensagens diretas no Instagram e entenda que ninguém responderá, depois faça novamente e duvide que Gary faça sentido, e faça uma terceira tempo e então talvez uma dessas pessoas responda, mas seja persistente. E você estava

Andrew L: Sim, e funcionou, quero dizer, foi. . .

Andrew W: Por que você estava seguindo as instruções dele ou porque é naturalmente quem é Andrew?

Andrew L: Essa é uma boa pergunta. Eu acho que era mais só porque eu realmente queria. E sim, ele não disse não. Então, é como se alguém não dissesse não, você sabe, isso é uma tentativa sim. Então, você sabe, você continua acompanhando e, eventualmente, deu certo.

Andrew W: O que você o ajudou a fazer com o livro “Jab, Jab, Jab, Right Hook”?

Andrew L: Todo o tipo de coisas aleatórias, tudo, desde apenas comprar livros até ajudar a montar a obra de arte do livro, fazendo algumas edições, esse tipo de coisa.

Andrew W: O que isso significa, Biz Dev, o grande livro que compra?

Andrew L: Assim como muitos desses livros são publicados, eles vendem muitos livros em troca de fazer uma palestra. Então, como uma palestra de Gary é muito cara, eles oferecem um desconto se você comprar uma cópia de seu livro para todos os convidados. E agora existem 5.000 cópias extras pré-vendidas antes do lançamento. E então, quando o livro for lançado, você suba rapidamente a lista dos mais vendidos.

Andrew W: E você é uma das pessoas encarregadas de encontrar lugares ou alguém que está pedindo para Gary falar, você acompanhou e viu se podia convertê-lo em comprador de livros?

Andrew L: Sim, basicamente, eu acompanhava. Eu não estava gostando muito da saída a frio. Gary recebe muito de entrada por basicamente tudo o que faz, então você não precisa de muito esforço de saída na equipe dele.

Andrew W: Você participou das reuniões. O que você aprendeu participando de reuniões com os diretores de marketing e outras pessoas com quem ele estava conversando?

Andrew L: Eu acho que meio que aprendi. . . Sim, eu não sei, acho exatamente como tratar outras pessoas e como ouvir e ser mais empático. E então, em termos de estratégia, você sabe como analisar as coisas de forma mais analítica do ponto de vista de marketing.

Andrew W: E você não pensa em Gary como o cara que tinha planilhas e ele está fazendo arbitragem. Você pensa nele como o cara da marca que lhe diz que você não deveria estar vendendo tão rápido, deveria estar falando sobre o que as pessoas querem ouvir, você deveria. . . Não sei, construir uma marca e não ser tão obsessivo com números. É impressionante ver que nos bastidores existem números e pessoas analisando as coisas.

Andrew L: Sim, esse foi um dos maiores aprendizados quando estagiei na Vayner, e também acho que realmente me atingiu porque acho que muitas das razões pelas quais Kyk falhou é porque não acompanhamos bem nosso marketing. Fizemos várias coisas aleatórias e fizemos bem em nosso mercado de lançamentos, mas nunca conseguimos replicar esse sucesso em nenhum outro lugar porque nunca sabíamos o que realmente levava a resultados. Em vez de ir ao Vayner e ver pessoas que executam planilhas, otimizando os tempos de postagem, otimizando os estilos de conteúdo, todo esse tipo de coisa, isso realmente me mostrou o quanto mais marketing científico é do que eu pensava originalmente.

Andrew W: adoraria ver que tipo de planilhas eles têm sobre as postagens no Instagram de Gary porque, por um tempo, houve um pouco irritante onde as coisas simplesmente não estavam. . . Algumas postagens foram ótimas e outras não. E pude ver que eles os trocaram. Eles se livraram das coisas que estavam me incomodando. Então eles se mudaram para coisas que eu não sabia que eram fascinadas. E isso não é por acaso. Parece que há alguém monitorando os números e dizendo: “Isso não faz sentido. Vamos nos livrar disso. “

Andrew L: Sim, tem um cara chamado AK, ou Andy, que basicamente comanda a equipe da marca lá. E o caminho. . .

Andrew W: Você quer dizer a equipe da marca de Gary.

Andrew L: Equipe de marca de Gary, sim.

Andrew W: marca Gary Vaynerchuk.

Andrew L: Sim. A equipe Gary Vee tem agora 30 pessoas ou algo assim.

Andrew W: Uau. E você estava dizendo algo sobre como ele funciona. Como ele trabalha?

Andrew L: Ah, então, em geral, o que eles farão é testar várias estratégias de conteúdo na marca pessoal de Gary e, em seguida, usar esses resultados para implementá-los nas marcas que representam. Então, eles tentam um novo formato de imagem do Instagram e tentam dez deles, analisando os resultados e dizendo: “Ok, bem, isso aumentou o envolvimento. Então agora vamos tentar fazer isso. . . “Eu não sei, os alimentos Mondelez são uma de suas marcas, algo assim.

Andrew W: Quem era aquele?

Andrew L: Fabricantes de biscoitos Ritz.

Andrew W: Ok, entendi. Entendi. Entendi. Sim, o que foi frustrante para mim foi que ele iria começar um vídeo, mas você teria que continuar na IGTV e, como isso não acontece. . . Eu não quero fazer isso. Não quero assistir enquanto eles viverem ou o que seja. Agora ele não faz isso. E também o Instagram, sabendo quais são os meus gostos com base nos meus gostos e atenção e estão servindo mais do que gosto e menos do que não gosto. Tudo bem, então você está aprendendo muito com isso.

Você sai e inicia uma empresa. Este foi o que não fez bem. Qual é o negócio?

Andrew L: Então, era apenas um aplicativo de eventos sociais, como se eu estivesse lançando todos os tipos de aplicativos e esse não era particularmente importante. . .

Andrew W: A Bigorna.

Andrew L: Ah, o Anvil era um espaço de cooperação sem fins lucrativos que criei no próprio Purdue, sim.

Andrew W: Ah, tudo bem.

Andrew L: E isso ainda existe hoje. Portanto, foi um bom sucesso, embora sem fins lucrativos, então eu realmente não ganhei dinheiro com isso, mas. . . então sim.

Andrew W: Ah, ok, então estamos falando aqui que corroeu Gary do seu dinheiro, porque você trabalhou como estagiário, voltou para a escola, voltou e trabalhou em tempo integral para ele software de arbitragem e você iniciou sua própria empresa. O que falhou não está no seu LinkedIn, e é por isso que eu não o vejo. Era uma empresa de eventos.

Vou lhe dizer uma coisa, vamos falar um pouco sobre meu patrocinador. Então vamos voltar, descobrir o que aconteceu lá e como você acabou na Índia. Meu patrocinador é uma empresa chamada HostGator. Eu amo o que você disse foi: “Tentei várias coisas diferentes”. E estou descobrindo isso cada vez mais nos meus entrevistados. Sim, quando eles eram mais jovens, tentavam vender doces, tentavam vender refrigerante, tentavam criar sites, tentavam fazer todo tipo de coisa. Mas mesmo quando adultos, eles estão constantemente divulgando coisas até encontrarem a única coisa e, em seguida, precisam se concentrar nisso. E para você, foram várias idéias diferentes, a ponto de parecer quase por um momento que você não sabia qual das suas idéias que eu estava falando que não funcionava bem. E então você encontrou o.

O que eu mais gosto no HostGator é que, quando você acessar hostgator.com/mixergy, verá que eles têm uma opção intermediária que oferece hospedagem de domínio ilimitada, o que significa que você pode ter alguma idéia, basta iniciá-lo na plataforma, continue com tudo o que você se importa, está apenas saindo por aí e depois vá com outro e outro, outro e eles não cobrarão nenhum custo extra para hospedar todos esses domínios diferentes. Sim, você precisa comprar o que quer que seja .com ou .in, .co, seja o que for, mas eles o hospedarão. E permite que você tente várias idéias diferentes.

Deixe-me perguntar, Andrew, se você não tivesse nada além de um pacote de hospedagem hoje e tivesse que ter uma ideia de negócio e lançá-lo, qual é a ideia que você lançaria agora?

Andrew L: Cara, essa é uma boa pergunta.

Andrew W: Posso sugerir uma coisa?

Andrew L: Ok.

Andrew W: copie completamente a ideia de Andrew. Diga-me se você está chateado com isso. Crie um site que diga: “Eu serei a empresa da Europa Oriental que faz o que os negócios de Andrew fazem, o que Pesto faz.” E então alguém quer aprender no Leste Europeu, pode se inscrever e, como resultado, eu ensino eles por um tempo. Isso pode ser um pouco complicado, mas é uma ideia interessante, certo?

Andrew L: Sim, com certeza. Quero dizer, e esse é o tipo de direção que estamos seguindo. Como começamos na Índia, meio que por acaso, por causa da história de onde viemos. Mas, definitivamente, consideramos uma empresa global. E assim, na Europa Oriental, a América do Sul também é um mercado muito bom, com muito talento subvalorizado lá também. Então, sim, definitivamente se. . . Sim, acho que se eu voltasse a fazer negócios, basicamente construiria o Pesto na América do Sul ou na Europa Oriental.

Andrew W: Certo, venha com outra coisa. Bem, essa é apenas uma das muitas idéias. Obviamente, essa ideia está mais envolvida do que apenas um site. Mas o bom de ter um site é que você pode divulgar a idéia para ver se as pessoas reagem a ele. Se estiverem, construa-o. Se não estiverem, mate-o e deixe-o ir.

Tudo o que você faz é acessar hostgator.com/mixergy. Eles estão hospedando há mais de uma década. Eles são confiáveis. Vimos que nosso público-alvo os amava. Na verdade, para ser sincero com você por um tempo lá, nosso público-alvo os amava, e então disse: “Não somos, pois nossas chamadas de atendimento ao cliente não estão sendo atendidas. Temos esses problemas. ”Então, paro de exibir os anúncios e esperei que eles resolvessem isso. Eles responderam a todos os problemas que já enviamos a eles. . . Eles criaram esses caras, acho que era um documento do Google para cada edição, pelo que me lembro e, então, no Google Docs, há um lugar para adicionar uma descrição ao documento? Acho que eles foram na descrição e nos escreveram uma nota sobre como lidavam com cada um. Eu digo: “Quem faz isso?” Que tipo de pessoas com TOC existem?

Trouxe-os de volta e, desde então, exibimos anúncios para eles e recebemos clientes satisfeitos. E sempre que alguém estiver feliz ou infeliz, convido-os a entrar em contato comigo. É só entrar em [email protected] e me avise. Eu sempre o ajudo se você tiver problemas ou o máximo que posso ajudá-lo em cada uma dessas empresas. Mas eu realmente me importo depois que você se inscreve.

Portanto, se você se inscrever usando meu URL, receberei crédito por isso, obterá o preço mais baixo possível e você e eu e minha equipe ficaremos do seu lado depois de se inscrever neste patrocinador e em qualquer outro. Mas se você quiser começar a usar o HostGator, acesse hostgator.com/mixergy, hostgator.com/mixergy, obtenha o menor preço, ótimo serviço.

Andrew L: Sim, na verdade eu usei o HostGator para hospedar muitos dos meus primeiros projetos, como tudo na Interactive Solutions. Eu provavelmente lancei 10 produtos protótipos diferentes no HostGator, então. Definitivamente, segundo esse endosso.

Andrew W: Eu vejo isso tanto nas pessoas que entrevisto. Tudo certo. O negócio era um evento e depois não deu certo. Por que não funcionou? Qual era o negócio do evento? Por que não deu certo?

Andrew L: Então, basicamente, eu estava tentando criar uma maneira de fazer eventos mais espontâneos com as pessoas ao seu redor. E não deu certo porque nunca foi realmente um negócio, era mais um protótipo. Então, durante toda a faculdade, eu basicamente fazia trabalhos de consultoria. Eu pegava metade do dinheiro na frente, construía o que eu vendia, e o Google tinha que construir onde quer que eu vendesse e, basicamente, vendia. E eu uso isso para aprender a programar. E assim, se eu não estava lançando um projeto de consultoria, estava lançando um projeto de inicialização. E então isso era apenas mais uma daquelas. E provavelmente criei entre 20 e 30 desses diferentes tipos de aplicativos, como construí uma universidade Slack, que criei. . . Sim, como. . . Eu não sei, um monte de outras coisas assim.

Andrew W: Você quer dizer Slack para universidades, uma maneira de os estudantes universitários conversarem entre si?

Andrew L: Sim, para estudantes universitários. Então, basicamente, eu construí um clone do Slack. Raspei o diretório de estudantes de Purdue e enviei um e-mail a todas as 40.000 pessoas quando o iniciei. E depois . . . Sim, então você pode basicamente se coordenar com outras pessoas nas suas aulas, conversar sobre trabalhos de casa, esse tipo de coisa. Portanto, o aplicativo de eventos era apenas mais uma ideia naquele espaço. Eu só tive uma ideia e não consegui tirar isso da cabeça. Então, eu o construí, lancei e recebi um feedback inicial, e o feedback inicial era que não era tão útil. Então eu arrumei as malas e saí de Nova York.

Andrew W: Porque você ficou sem dinheiro. Você teve o que? Quanto dinheiro sobrou?

Andrew L: Talvez US $ 250.

Andrew W: US $ 250? E então você vai aonde?

Andrew L: Para a Tailândia. Acabei de reservar uma passagem de ida para Bangcoc, fiquei cansada de trabalhar em startups nos últimos cinco anos e imaginei que iria flutuar até que meio que tivesse alguma inspiração e voltasse e voltasse. construir o que eu quero fazer a seguir.

Andrew W: O que significa float?

Andrew L: Assim como ir e viajar sem plano, nem sei onde eu estava quando desembarquei em Bangkok. Eu acabei de descobrir. Quando você fica preso em uma situação, é realmente difícil ter uma nova inspiração se você permanecer na mesma rotina. Portanto, se você deseja realmente encontrar inspiração rapidamente, a melhor coisa a fazer é desmontar tudo o que você está tendo na vida. E, no meu caso, apenas me livrando de tudo, carregando uma mochila e saindo. E então, você sabe, apenas flutua e vê o que acontece.

Andrew W: Você sabe o que? Eu também notei isso. É muito mais difícil quando você tem filhos, mas. . .

Andrew L: Sim, sim, é definitivamente muito mais difícil quando você tem filhos, uma hipoteca ou algo parecido. . . Sim.

Andrew W: Mas eu lembro que fiquei preso depois que tive meu filho e percebi: “Agora, na verdade, estou preso fisicamente e mentalmente e vou me queimar se ficar assim.” E no passado o que eu faria fazer é apenas pegar um avião e ir para Paris. Adoro sentar nos cafés de Paris porque você pode ficar por horas. Durante o dia, você bebe uma xícara de café. Café complet foi a minha coisa. Minha esposa sempre ri de como eu estava fazendo um café completo, o completo. Eles trazem você como esse prato inteiro de queijo e café e você pode ficar sentado por horas, não se importam. Na verdade, eles ficam incomodados quando você deseja pagar. Tudo bem, você fica lá o dia inteiro e, à noite, pode pedir um Johnny Walker e agua. . . Não é agua con glace, no entanto, eles dizem. . . Oh, era como os Schweppes. Eu acho que eles dizem pelo nome da marca. Então eu tomei uísque e refrigerante. E eu também podia ficar sentado por horas lendo livros e apenas. . . E então eu tive meu filho e não pude fazer isso.

E eu disse: “Estou preso. O que eu faço? ”E foi aí que, em algum momento, descobri que podia ir a Napa e encontrar esses bons hotéis e ter um belo pátio ao ar livre sentado e trabalhando lá durante o dia. Eu posso ir a piscinas em Petaluma. Existem maneiras de fazer isso. Você ainda está voltando para a família e tem toda a sua responsabilidade. Mas o dia está completamente abalado porque você está em um ambiente totalmente novo. I went to Stanford University, they’ve a beautiful campus, apparently anyone could just go to Stanford, their Wi-Fi is not great, but . . . You should do that. You’re in the Bay Area, right?

Andrew L: Yeah, that’s not bad idea. I was like, “I’m might go that down”.

Andrew W: You surrounded by a beautiful landscape. A lot of smart people walking around, good coffee shop, good food, so you’re not stuck there hungry. And worst case, you get on a bike and you go somewhere and find something better to do. But that’s what I did. And I’m completely with you.

The thing that I wonder is, what did you do for money? Once you got there, how are you going to get by?

Leia Também  I talk to an American entrepreneur living in China about life in Shenzhen

Andrew L: I just picked up freelancing work again.

Andrew W: From where?

Andrew L: So that Interactive Solutions thing that I started in 2010. We were doing consulting work and I kind of just kept doing consulting work since. So I had old clients that I hit up, I had friends who needed like temp CTO gigs, I did a little contract work remotely for a Vayner, I did some media arbitrage consulting for other people in the space. And just kind of did that work about 40 hours a month and . . .

Andrew W: That’s it? How did people even know about you?

Andrew L: I guess just referrals from working on so many different things over the years.

Andrew W: Okay, and it’s 40 hours a month, did you . . . This is such a like petty question, but I’m fascinated by it. Did you try to lump it all into a week of work so you could have three weeks to explore or, what?

Andrew L: Basically, yeah, yeah.

Andrew W: You did.

Andrew L: So I would get an Airb . . . I basically hang out with backpackers at hostels where, you know, you get a bed in like a bunk room for a $10 night, super cheap, awesome experience, meet tons of people. And then when I needed to get something done, I get an Airbnb and be by myself for a week and just work the entire time, basically.

Andrew W: I’ve been thinking of doing that for Mixergy, a week of back-to-back interviews and then that lets me have a bunch of interviews in the can. It would wipe me out because I do a lot of prep for my interviews, but then I’d have three weeks to just go explore something new.

Andrew L: Yeah, it was definitely, it was a really good year. And I did a lot of things that I never really had the time to do while doing startups.

Andrew W: Like what?

Andrew L: Like I got my skydiving license, I went to China and learn Chinese, I moved to Korea and just trained in parkour for like five weeks straight. It’s like a bunch of random stuff that, like, I could have lived my life without doing, I guess, but the fact I got that all done, when I came back to actually work on Pesto, I was like fired up. I didn’t have anything else that I was like, kind of distracting me or like unmet bucket list items or anything. So I could really just focus all in.

Andrew W: Were you getting anxious at all during this? Did you feel like, “I’m not being responsible. Where’s my life going?”

Andrew L: It gets kind of lonely and tiring at some point, just because you have to reset your social life every place you go. And because, you know, if you’re traveling for a year, most people can’t do that. And so, you know, you have to . . . People come and go, basically. So about 10 months in I was pretty burnt out and wanted to go home. But there this tax deduction you get if you spend around to 330 days abroad in a given calendar year, you qualify for a $100,000 tax deduction on income tax. And since I was working abroad, I had a decent amount of income, so it end up saving me about like $15,000 but I couldn’t come back to the U.S. until like December 28 or something because I spent a month in New York end of the year. So definitely, about 10 months in I was pretty burnt out. But I just had to, I guess, had to keep traveling, makes it sound like not that bad, but I kept traveling for the rest of the year and then came back.

Andrew W: And where did you go?

Andrew L: All over, I mean, went to Thailand, then I went to Australia, then I went to China, South Korea.

Andrew W: Oh, so this is not how you ended up in India. How did you end up in India?

Andrew L: Well, I did go to India, too. So I went to like 17 different countries. So basically through Asia, then to Europe, then back to India and then South America and home.

Andrew W: But it was India where you discovered the next thing.

Andrew L: Yeah, so India, basically, I was doing freelancing work. I was in Delhi, I needed fast Wi-Fi. So I went to a co-working space and I was working late. And my co-founder, Ayush, he was also there late, and he was there late because his last startup failed and so he was homeless living out of the co-working space. And so we kind of bonded over this like going all in on our startups and ending up like totally broke. But like mostly okay and happy with that. And so we kind of hit it off immediately. And then we decided to start a dev shop, just hired people in India to take my freelancing work. I was doing from these outside companies and get it done cheaper. E depois . . .

Andrew W: And the reason you did that was, you guys were starting to talk about how much money you were making, right?

Andrew L: Yeah.

Andrew W: And how much were you making versus what people in India were making?

Andrew L: I mean, I was making kind of a minimum $150 an hour. And then you can hire a software engineer in India for around $1,000 a month.

Andrew W: Okay, wow. And so you were talking about that. He was blown away by it. Now, you said, “This is what’s happening over here. I think . . . ” And through that conversation you decided, “We could do like human capital arbitrage.”

Andrew L: Yeah, basically, we started doing that. And like it was never meant to be a full-time thing. Like I was doing some biotech research stuff, he was working on a different software product, but it ended up kind of doing really well and taking up all our time. And then, we kind of . . . Because it was taking a lot of time, we were like, “Okay, we have to make this a business. We actually enjoy building.” And so we kind of took a step back and looked at what was the highest value thing we did. And it wasn’t necessarily our ability to sell into big enterprise clients like our traditional consulting businesses or anything like that. It was really this internal training program that we built to kind of get everyone that we hired on par with the expectations, both technical skills and soft skills, that my friends in SF would expect of my own work. And so we ended up just shutting down the staffing agency part of our business and then pivoted into our school model now, where we just offer the training program as its own thing.

Andrew W: And this happened because you saw, yes, the Indian developers that you were meeting were getting paid less than U.S. developers, but the first guy you hired was not that good and it was the second one who was almost that good, and you started working with him and you realized, “We could get these people up to a level that the U.S. companies would want to hire, but they’re not there yet.” Am I right?

Andrew L: Yes, basically, and the things they were missing were a lot of like unknown unknowns. They were like cultural differences or soft skills or some development best practices. So they’re actually fairly easy to teach once you know what they are. And so . . .

Andrew W: Like what?

Andrew L: Like an example . . . So in SF, you know, everyone basically like lives and dies by their calendar to the minute, like you’re sending calendar invites to like brunch with your friends, right? In India, they don’t do that. They just kind of like call each other. So we have to teach them how to use Google calendar, Zoom events, that kind of stuff. We have to teach them about opportunity cost and the effect that has in decision making, because a lot of them grow up culturally expected to just like save, save, save their whole life. And so we had an issue where one of our employees wanted to basically build a thing to replace Zapier because they don’t want to pay the $25 a month for the Zapier subscription. I was like, “Dude, your salary is way more time than this $25 a month.” We would have to have for like 10 years to get an ROI on this. Just spend the money. But like that was kind of counterintuitive to him because his whole life, his value system was taught that you have to save in any way you can.

Andrew W: And so you could actually create a process, an educational process for teaching that?

Andrew L: Yeah, yeah, you can. It’s hard. It’s like really hard. And it takes a lot like a lot of sort of like cultural immersion and empathy to kind of understand these problems and a lot of iteration. But yeah, we built a soft skills curriculum around sort of helping bridge all these kind of cultural gaps that we found when operating our own staffing agency business.

Andrew W: One of things that stood out for me from your conversation with our producer was that you just weren’t excited about running the agency. You could have kept running the agency, but it would have been it a job. It would have been a way to make money, but it wouldn’t have changed the world, it wouldn’t have been something that lit you on fire, you just been like so many other agencies, right?

Andrew L: Yeah, basically. I mean, me and my co-founder, we’re startup people. And that’s like, you know, what gets us excited is the actual process of building something meaningful. And so the problem with an agency is, your business model is predicated on keeping your engineers’ salaries as low as possible and jacking up client billables as high as possible. And we hire all these people, you spend all this time with them, they basically become your family. It’s just like it’s a pretty shady business to build because you spend all your time sort of like, you know, motivating them for reasons they shouldn’t necessarily be motivated for, trying to kind of give them career opportunities in an area where they’re not particularly high leverage within the company. And it’s like, not because you don’t want to do more, it’s just your business model fundamentally doesn’t support you supporting your people in the way you’d like to.

Andrew W: Where do you get off? You’re a guy whose business didn’t work out and so you ended up working for Gary Vaynerchuk as an intern to get yourself going again. You finally worked for Gary full-time. You go start another, a company or set of companies, it doesn’t work out, you have to leave the country, you have to stay out of the country because $15,000 is suddenly worth a lot of money to you. You finally found a business that works. Where do you get off saying, “I’m going to give it up because it’s not fulfilling me enough”?

Andrew L: Yeah, I mean, I don’t know, it’s just I build startups because I really like building things. It is the biggest kind of rush you can have, in my opinion. And everything else sort of seems mundane comparatively. And so it’s more of just like I feel like a founder is kind of like a blessing and a curse. Like you just have to build things. Because it’s how you keep the world exciting.

Andrew W: And you would’ve been willing to . . . ? I understand being willing to lose it all. Because you have an idea that’s going to work out. Are you willing to lose it all? Meaning, like start a whole other idea and lose it all because the first one wasn’t satisfying enough, are you willing? It seems like you are, you are willing to sacrifice everything in order to have a satisfying startup, a satisfying business?

Andrew L: Yeah, I think. It really depends on like what you do it for. Like, if you do it for the destination, then like that doesn’t make any sense at all, right? If you’re doing it to get rich or to get famous, then like, no, that’s a horrible idea. But if you’re doing it because you just like love the thrill of building something and like taking an idea and turning into reality, then like the money doesn’t matter, the comfort doesn’t matter. And granted, it is biased by the fact that I don’t have kids or I’m not married. So like, you know, that does help. And that changes your kind of risk profile. But, I don’t know. I live a pretty, pretty simple life. I wear black T-shirts literally every single day. Like I just have a stack in my closet. Like I don’t need much. And like, what I need is that satisfaction of taking an idea and making it reality. And that’s kind of like what I crave.

Andrew W: Where do you get your black shirts?

Andrew L: H&M medium, slim fit.

Andrew W: I love wearing black t-shirts to, the V-neck stuff, but I wonder if I’m just not . . . Like being as interesting as I could be.

Andrew L: You know, that’s a fair question.

Andrew W: But then you know what? Sahil from Gumroad. His stuff has always been beautiful. Everything he creates, he always thinks about the little details. Like I remember I asked him, “How did you get . . . As soon as somebody types in the credit card on your site, it just you show them a small image of what a credit card looks like. And then when . . . ” He says, “Yeah, but now I move over to CVC,” right, the three digits on the back of the card, go to that field. So I went to that field. And the little drawing of the card flips over so you can see the back and to tell you where to go. And then if you dismiss this whole box where you’re supposed to enter your credit card information, it just drops down on the page to the bottom. I go, “You think about all the details?” He goes, “I sweat them all, they’re very important to me.” I said, “Why do you always wear flip flops and a dirty t-shirt?” Not a dirty t-shirt, but just a t-shirt. “I don’t care about that.” So then maybe I shouldn’t worry too much about my t-shirts, as long as I’m spending a lot of time prepping for you and looking you up, that’s all that matters.

Speaking of looking you up and prepping for this interview, one big question I want to ask you, is Lambda School? It seemed to be the pioneers of the space. Austen can’t stop talking about how he’s revolutionizing education. A lot of us admire Austen. I wonder, did you copy him? I’m going to come back and ask you that question.

But first, let me tell you about Setapp. You’re Mac person, right?

Andrew L: Yeah.

Andrew W: What’s your favorite Mac app? What do you like about . . . ? Você sabe o que? And forget about favorite, that’s a pain in the ass question to ask. What do you what do you like about Mac apps versus PC apps and other platforms?

Andrew L: I’m a software engineer, so it’s all the Unix based command line tools and all that kind of stuff, so.

Andrew W: So I’m not. The reason that I switched to . . . Even though I was mostly spending time in a web browser, I just love that you can see the creator in the app. You can see that they have artistic integrity, that they care about the freaking details. And I love that there’s an app to solve just about any problem. I prefer my iPad, but when it comes to the desktop, there’s an app to solve everything. Like right now I’ve got a whole bunch of old interviews that I want to sort into a Google drive and also sort into a Dropbox drive. Certain ones go here, the other one goes there, some are private just to me, the others go to folders, that other . . . They have the apps that will take that and sort it for me and rename it for me on the Mac.

Leia Também  ZDNet inclui citação de Brian Solis sobre seu conceito de darwinismo digital e impulsionar a inovação em um mundo pós-capa-19

The problem is, it starts to get expensive, right? If somebody just put up a store right here in my office and every time I tried to do something said, “Give me $5,” I think I’m done, I don’t need that much. Well, that’s what happened to me with Mac apps, there were a bunch of I needed, but I didn’t sign up because there’s always a paywall. Then I discovered Setapp and I’ve been a customer of theirs now for a long time. What I like about Setapp is they have all these apps in one place. You pay one monthly fee and you get access to all these super expensive apps as part of your membership. And that means that I get PDF Pen which lets me edit and write in PDFs really cleanly. I just had to fill out an application for my kid’s school, what I do is I take a picture of the document that they give me and then I use PDF app to write information about the kid because my handwriting sucks. And if they asked me to print it, which they do, I print the freaking thing, but I’m not writing by hand like a sucker. I wanted to look nice. I want to be clear.

If you have too many tools at the top right of your screen, there’s something called Bartender to organize it, if you have Google drive or other drives that you need that don’t have software for you to mount like AWS, you can get CloudMounter, allows you to mount the cloud, mount the cloud-based drive. There’s so many different tools. Use Ulysses for beautiful writing.

All right. You got all these apps. You pay one fee, you get them all. But here’s the thing, you might as an individual, are you willing to pay for this? Your team doesn’t know that they could do this, your team doesn’t know that they could improve their computer and get it to run faster if they use the right app . . . Clean My App is what I love for that, by the way. Your team doesn’t know that they could do all this stuff.

What I recommend is, if you’re starting, if you’ve got a team that uses Macs, you go to setapp.team/mixergy and for 60 days give your team all the apps that they need in order to do the work that they do best. Free them up by giving them incredibly powerful apps that are created by artists that will let them be more productive on their Macs, get more done for you. And if you’re happy, you could stick with the membership. If you’re not, you cancel and you haven’t paid them a dime. But your team will love it. And I believe you’re going to see big improvement in the way that they work. That’s setapp.team/mixergy. The app collection is got over 100 apps and it keeps growing.

All right. Did you, in fact . . . ? No, I don’t want to say it. I did talk to you before the interview because I thought maybe there was a . . . I thought maybe you were copying them, but it was a much more interesting story than that. Tell me how you came to this business model of you teaching and not charging until you get your students a job.

Andrew L: Yeah, so the income share agreement idea actually came about because we signed up for YC office hours, and we got connected with Geoff Ralston, who’s like the partner there in charge of like education efforts. And yeah, we were telling about what we’re doing and how we’re doing this kind of like . . . Basically the same model that we had before. But we were hiring people in-house, so much more like a traditional staffing agency.

And, you know, we’re talking about the growth and . . .

Andrew W: And at the time, you already had shifted to the education model and you were charging people.

Andrew L: So we weren’t charging. We basically just hired people and we put them through an internal training program and then basically placed them directly. So we were still doing like full time remote placements for companies here. But it was your standard staffing agency model, like Andela or Infosys, those kind of companies.

Andrew W: Did he ask you about revenue the way that I did?

Andrew L: Yeah, yeah. So he asked us basically how much profit we’ve made. We said about a $150k. And he just stopped and was like, “That’s cute. You could buy yourself a nice car.” And then continue to rant about, you know, what did they look for at YC, you know, things that scale, founders of vision,” He’s like, “Okay, I like what you’re doing, you’re making progress, chipping away at that. And you have something interesting here. But you should look at income share agreements as a financial model to basically scale this, because hiring people is never going to scale.” And so that’s when we started looking at income share agreements and did a bunch of research, talked to a bunch of companies offering them. Purdue, actually where I went to college, has been offering one for a while. So I talked to the lady in charge of the program there. And then we end up basically launching our income share agreement based model like a month later.

Andrew W: Wow. He’s now the president of Y Combinator. He’s taken over.

Andrew L: Yeah, yeah, did not know that going into. That guy’s intense. He is . . .

Andrew W: I don’t know much about him. And he’s the guy who created Yahoo Mail back in 1997. So he’s a pioneer that way. He developed a bunch of other things too. And he handed this idea to you and one of the big questions I would have had is, in India, how do you make sure that people pay you, that they follow up?

Andrew L: Yeah, that’s a really good question. So when we started, no one was doing it income shared agreements in India, and Lamba School was kind of just starting to pick up steam. And so that was something we were super worried about. But what we found is we just process payroll for our hiring partners. So almost all our hiring partners are U.S. based companies, and they don’t have entities in India. So we basically process payroll on their behalf, which allows us to automatically deduct the ISA contributions, and it makes easy for the partner because they don’t have to worry about the tax or legal logistics of hiring an overseas employee.

Andrew W: How’d you come up with that?

Andrew L: I don’t know. It’s just customers asked for it. So we built it, basically.

Andrew W: Just see the need. And when you come up, when you charge $25,000 per student over three years, are you taking money out every month?

Andrew L: Yeah, yeah, every month based on a monthly income.

Andrew W: Okay, this sounds like a fantastic model. And then you told our producer a year ago, you had a graduating class that had 100% placement, that means every single person who went to the class was placed but you had only six students.

Andrew L: Yeah, correct. So their first two batches were three students each. But we got 100% placement rate and they averaged a 6x increase in salary. And so, and like their response to their hiring partners was really phenomenal as well. And so that kind of was what gave us sort of the validation to try to scale it, which is what we’ve been working on this year.

Andrew W: Take me to the lowest point where you finally found the model but . . . You’re smiling. Você sabe do que eu estou falando. When was this?

Andrew L: Yeah, yeah. Okay, happy to tell this story. Basically so, when we started the consulting business, we made a lot of money. The staffing agencies are pretty profitable. But then we switched to the income share agreement model, it was really hard from a cash flow perspective because we front all the capital to train these engineers, our training program was three months and then they only pay it back over a three year period after, and our first two batch sizes where three people each. So it was six months of basically no income, and we were running off our bootstrapped revenue from our consulting business.

And so basically, October last year, I was talking to my co-founder and we had to make a decision. It’s like I can either make rent in SF or make a payroll. And so being a founder of a company making payroll, in my opinion is kind of like your most important job. So obviously got rid of my place, threw all my stuff in storage unit again, and packed up a backpack and moved out to India with the team and just kind of like waited it out until more students graduated and started getting jobs and paying their income share agreements.

But then we end up raising money and I was able to come back. But it was definitely . . . It was pretty rough. I remember on December 31, I took a really, really sad and lonely flight to India because it’s the cheapest one I could get, because like, who wants to fly on New Year’s Eve? And then when I got there, it was like just pretty rough not knowing when I was going to be able to come back because we were running the business off about $20,000 or $30,000 in credit card debt on my personal credit cards, and yeah . . . It just kind of like we knew the thesis was strong because 100% placement rate, we were getting more students. We had over 20,000 people apply for a second batch in three weeks. And so like we had a lot of validation there, but it was just a cash flow waiting game. And yeah, they only really like tool we had to work with that was my personal credit cards, so.

Andrew W: What was it like to live in India? What is India like? I’ve never been.

Andrew L: It’s interesting. It’s a very . . .

Andrew W: What part of India where you in?

Andrew L: Delhi.

Andrew W: Delhi, okay. Yeah, so tell me about it. What’s it like for you there?

Andrew L: Yeah, it’s different. It’s pretty hard as like a foreigner to live there just because I’m used to San Francisco where you can whip out an app and basically get anything at the click of a button, everything is super sort of like organized, systematize. And then India it’s like a lot more chaos. And so that’s definitely hard when you’re trying to be productive. I got amoebas twice and like that was pretty rough, so.

Andrew W: What’s that?

Andrew L: Basically intestinal parasites.

Andrew W: Whoa.

Andrew L: Yeah, yeah. So that was pretty bad.

Andrew W: And just to be clear, from what I understand, you were living on the floor of a co-working space on a mattress, at night. People would be done with the co-working space and you’d stay there overnight and sleep. Estou certo?

Andrew L: So at this point, my co-founder had an apartment, but I was living on a mat on the floor in his apartment, yeah.

Andrew W: And dealing with this intestinal issue there.

Andrew L: Yeah, yeah, I had, yeah, I lost a lot of weight. Yeah, it was not great but . . .

Andrew W: What was good about it? Beyond the work part, what’s one of the beautiful things that you know years later you’ll miss if you never go back?

Andrew L: I think my team and our students.

Andrew W: Being with the people there in person.

Andrew L: Yeah. And like seeing the impact we’re having. Like we had one student who basically he grew up on a farm and like super rural area of India, like you can’t even find on Google Maps. His family sold their farm to send him to college and he went got a bachelors and a masters in CS in five years, and when he went to college that was the first time he ever saw a laptop too. And then he went and worked for a company as a software engineer for a year and a half, making about $5,000 a year.

After he graduated our program, he had competing offers from two YC companies at $48,000 a year, which doesn’t sound like a crazy amount of money from like a U.S. software engineer perspective, but that’s more money than the entire economy of the village he grew up in. And he is now leading a team there, that company is raised series A. So it’s like, seeing that is pretty cool and kind of makes it all worth it. Especially, you know, when you’re on the toilet with amoebas, and questioning why you’re doing what you’re doing. And then, you know, we have a really solid team and it’s pretty cool, like working with them and all that.

Andrew W: How do you get your investor? We’ll close out with that.

Andrew L: So, Ayush, my co-founder kind of spearheaded that. He’s pretty connected in the in the Indian VC scene. We talked to some investors here in SF and people were like, “India? O que? We don’t do India.” And so, even though we had like all our U.S. based revenue, all our U.S. base C-Corp and we are as much of a U.S. company as any company, it’s just people weren’t interested. But then we got in touch with Matrix India, the team there, they were super excited about what we’re doing. And then we just pitched them and ended up closing a $2 million round about a year ago. And that’s when I got to come back to the U.S., basically.

Andrew W: How much of the business?

Andrew L: Yeah, I don’t know if I should disclose that actually, from the valuation stuff. Sim.

Andrew W: Wow, congratulations. There’s so much we didn’t even cover. Apparently, you were a janitor for a while there, am I right?

Andrew L: Yeah, yeah, that’s my first job in high school. I learned a work ethic and how to clean toilets.

Andrew W: So many ups and downs in this life and still you stuck with it. I think you hit on a really big idea here. Obviously, I think the potential is fantastic. It’s exciting to see how far you’ve come. Thanks so much for being on here.

Andrew L: Yeah, thanks for having me. It was fun.

Andrew W: All right, if anyone wants to go and hire from you, it’s pesto.tech.

Andrew L: Yeah, just they can shoot me an email at [email protected], and we have a bunch of really, really talented engineers, people who’ve been senior software engineers at companies like LinkedIn, people who’ve led teams before, and they’re all just looking for awesome remote companies to join, oftentimes because they want to stay close to their family or they want that work flexibility, more interesting tech stacks, better salaries. So yeah, if you’re interested in hiring really, really talented engineers and also, you know, helping make an impact in improving their lives, I’d love to chat.

Andrew W: What was the email address again?

Andrew L: [email protected]

Andrew W: All right, Andrew, thanks so much for being on here. I want to thank the two sponsors who made this interview happen. The first, if you’ve got a Mac, just go browse the list of apps that they have available for you at setapp.team/mixergy. It’s an amazing collection.

And number two, if you’re looking to build a business, if you’re looking to experiment, go do what Andrew did, do what I did, go sign up for HostGator. They’ve got an incredible hosting package available for you at hostgator.com/mixergy. All right, cool. Thanks, Andrew.



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br