Marketing de mídia social durante o COVID-19: Por que e como?

How Can You Leverage Social Marketing During COVID-19?


O surto sem precedentes de COVID-19 escondeu uma grande parte da população global em suas casas. ->

O que isso significa para os bilhões de motores econômicos espalhados pelo mundo? Como as empresas se sustentam? Se essas perguntas o assombram, você não é o único.

Felizmente, este problema tem uma solução:

->Marketing de mídia social.



Por que o Social Media Marketing é a resposta?

Vejamos os principais motivos pelos quais você deve colocar seu marketing on-line agora:

Há uma alta acentuada na demanda por conteúdo on-line

Na busca de matar o tempo, buscar informações e nos acalmar, mais e mais pessoas estão se voltando para o conteúdo online. De fato, um relatório do Facebook revelou que houve um aumento de cerca de 70% no tempo gasto no aplicativo na Itália.

Os influenciadores são parceiros econômicos e eficazes

A maioria dos influenciadores tem tudo isso – um número constante de seguidores, grande experiência e os recursos necessários para a criação de conteúdo (mesmo em casa). Além disso, eles têm um jeito com o marketing on-line e sabem exatamente o que vai funcionar quando.

Também é importante notar que os influenciadores não são poupados dos efeitos de uma economia em desaceleração. Nessa perspectiva, eles podem estar mais abertos a negociar e aceitar acordos do que talvez não estivessem em um dia normal. ->

Pequenos esforços e grandes resultados

Se você pensar bem, o marketing on-line não exige muito esforço. Você não precisa de muito dinheiro ou muitos recursos.

Tudo o que você precisa fazer é entender a necessidade da hora e criar o conteúdo exigido. Além disso, um pouco de humor e humor pode ser uma vantagem adicional!

Como você pode aproveitar o marketing social durante o COVID-19?

->Você foi vendido para aumentar seus esforços de marketing on-line. Mas como?

Concentre-se em aumentar suas contas, não em conversões

Vivemos tempos em que os gastos do consumidor se limitaram ao essencial. Portanto, esperar que seu marketing online aumente as vendas no momento seria injusto. No entanto, agora é um ótimo momento para criar seus seguidores on-line e publicar o conteúdo necessário.

Por exemplo, compartilhe dicas para aumentar a produtividade enquanto trabalha em casa. Como alternativa, compartilhe conteúdo alegre, como vídeos e memes sobre cães.

Faça parceria com influenciadores

Essas são personalidades da mídia social que podem influenciar as decisões de compra dos consumidores – mesmo em tempos sombrios como esses. Entre em contato com eles e intensifique seu marketing on-line.

Essa pandemia obrigou as empresas a procurar soluções alternativas. Se você está convencido de que o marketing on-line é o caminho a seguir, confira este infográfico da HireInfluence.

Como você pode aproveitar o marketing social durante o COVID-19?

Imagem: Depositphotos.com

Mais em: Conselho de Coronavirus Biz, Estratégia de Marketing




Criar o futuro – táticas para pensamentos disruptivos

Create The Future - Tactics For Disruptive Thinking


Frescura – 98%

Utilidade – 98%

Conteúdo – 95%

97%

Você receberá dois livros em um pacote. Use um lado para inspirar seu pensamento e o outro para ter idéias inovadoras.

Criar o futuro - táticas para pensamentos disruptivos

Crie o futuro

Eu tenho que começar esta resenha com uma história verdadeira que ocorreu apenas alguns minutos antes de começar a ler este livro e tomar notas para a resenha.

Então, você acha que já é um pensador disruptivo? Pense de novo.

->Quando abri o envelope da editora, foi isso que tirei. Coloquei-o em uma pilha de livros assim.

a revisão do livro do manual da inovação

Quando finalmente peguei o livro e o abri –

Eu vi isso escrever.

Crie o seu futuro - livro inovador ->

Mas espere! O título do livro que estou vendo diz “Manual do inovador”. O resumo que eles me enviaram diz “Crie o Futuro”.

Eles enviaram o resumo errado com o livro?

->Então, vou à Amazon para obter o link do The Innovation Handbook, de Jeremy Gutsche, Forward de Malcolm Gladwell.

Esperar? O que? Livro branco? Por que diz Create the Future + The Innovation Handbook, de Jeremy Gutsche, Forward de Malcolm Gladwell?

criar a captura de tela futura resenha do livro na Amazon

Onde está o LIVRO NEGRO que eu estou sentado na minha frente?

Levei cerca de 15 minutos para perceber que eram realmente dois livros em um.

Então aqui está o que aconteceu.

Folheei o livro preto do começo ao fim e depois percebi que o livro terminava no meio e a página seguinte era … DENTRO

Criar o futuro - táticas para pensamentos disruptivos 1

Eles me pegaram!

Eu sempre pensei que era um pensador criativo ou inovador. E minhas suposições sobre como as coisas são feitas me fazem experimentar o próprio objetivo deste livro.

Lamento quase ter estragado a experiência para você. Talvez você esqueça tudo isso, além de perceber que deseja este livro.

Deixe-me dizer como usá-lo.

Leia o lado branco primeiro, “Crie o futuro”. É aqui que você encontrará o encaminhamento de Malcolm Gladwell e a configuração intelectual da parte negra do livro, que é uma espécie de pasta de trabalho.

Depois de conhecer a história de Gladwell e a história pessoal de Gutsche, você conhece o objetivo e o objetivo de “Criar o Futuro”, que é “As 7 Armadilhas da Dependência de Caminho”.

  • O subtileza da oportunidade. Quando você percebe que não é burro, está perdendo as pistas sutis de mudança que levam à oportunidade.
  • Atalhos neurológicos: Onde você aprende que seu cérebro está constantemente sabotando sua criatividade.
  • A facilidade de inação: Onde você percebe que não gosta de aprender coisas novas.
  • Opcionalidade: Onde você percebe que as escolhas que você faz diariamente podem afetar radicalmente o futuro.
  • As armadilhas do sucesso: Onde você aprende a trocar o que o torna bem-sucedido no passado, assumindo o que criará oportunidades no futuro.
  • Pensamento linear: Onde você deve se preparar para a aceleração, em vez de mudar.
  • Desconforto vs avanço: Onde você aceita essas descobertas fora da sua zona de conforto.

Depois, vire o livro e entre na Parte 2.

O segundo lado do livro, “The Innovation Handbook”, é realmente o livro premiado, “Exploiting Chaos”, de Jeremy Gutsche.

Táticas e idéias se você ousar

Esta parte do livro contém 150 maneiras de estimular a inovação. Nesta seção, você encontrará histórias, fatos e petiscos interessantes com curadoria com o único objetivo de fazer você parar, pensar e refletir.

Cada página começa com um cabeçalho instrutivo e, em seguida, segue uma história curta projetada para solicitar reflexão.

dentro de criar o futuro livro

À medida que avança na segunda parte do livro, são apresentados pequenos exercícios e táticas que você pode deslizar e adaptar para o seu próprio negócio.

Uma das coisas que me deixa louco é quando especialistas e autores colapsam estratégias e táticas. Quando você não consegue distinguir a diferença entre estratégias e táticas, é provável que traga confusão e sobrecarregue seus negócios.

Gutsche não faz isso.

O que você recebe são pensamentos, perguntas e desafios que você pode usar para mudar sua perspectiva e estrutura.

Trend Hunting – é uma coisa

Embora eu não estivesse imediatamente familiarizado com Jeremy Gutsche, eu já era um grande fã da Trend Hunter, onde ele é o CEO.

TrendHunter.com é uma empresa de tendências de origem coletiva, com 200.000 caçadores de ideias espalhados pelo mundo. É uma fonte excepcional de informações e inspiração para empresas de qualquer tamanho.

Sua jornada para criar idéias criativas foi inspirada na habilidade de seu pai de sempre procurar oportunidades negligenciadas.

Mas Gutsche não era apenas um cara de ideias, ele também tinha muita experiência corporativa. Aos 28 anos, ele era um dos diretores mais jovens da Capital One encarregados da inovação.

Agora, nesta combinação de livros super-dois-fer, você pode se beneficiar da coleção de conselhos e exercícios de Gutsche que podem abrir uma nova oportunidade que você não considerou.

A coisa mais frustrante é a melhor coisa

A coisa mais frustrante sobre este livro é também o que o torna tão bem-sucedido.

Eles dois livros em um formato flip fazem duas coisas; prova o ponto de como somos fixos nos formatos tradicionais de
como as coisas devem funcionar “e pode ser um pouco difícil de navegar se você não tiver dito” como ler o livro “.

O índice é um pouco confuso, dependendo de qual lado você começa a ler primeiro. Portanto, se você é uma dessas pessoas que não “faz direções”, pode ficar um pouco confuso para começar.

Mas, essa é uma crítica muito mesquinha.

No geral, o peso, o design, a legibilidade e a aplicabilidade do livro são excelentes.

Criar o futuro é um guardião

Sou muito particular sobre os livros que guardo. Se eu não tomar cuidado, eu poderia literalmente me enterrar nos livros.

É por isso que sempre me faço essa pergunta.

Este livro é algo que precisarei fazer referência novamente?

Eu prometo, sua resposta será sim e aqui está o porquê:

São dois livros em um. Existem sugestões de pensamento que você deseja voltar repetidamente e usá-lo para ajudar seus negócios, inovar criativamente com clientes e clientes.

“Criar o futuro” é um livro que você deseja pegar em um daqueles fins de semana chuvosos enquanto se senta e pensa no sofá. Mas não deixe de levar um notebook para poder anotar suas idéias!

Imagem: amazon.com




Saiba como a tecnologia afeta seus negócios neste evento em LA

Saiba como a tecnologia afeta seus negócios neste evento em LA


Saiba como a tecnologia afeta seus negócios neste evento em LA 2 ->

O TECHSPO Los Angeles 2020 acontecerá de 10 a 11 de junho e, até o momento, não foi cancelado. Mas é importante observar que as coisas estão sujeitas a alterações por causa do COVID-19.

Se, no entanto, tudo acontecer como planejado, a TECHSPO Los Angeles mostrará a próxima geração de avanços em tecnologia e inovação.

->O evento de dois dias reunirá desenvolvedores, marcas, profissionais de marketing, provedores de tecnologia, designers, inovadores e evangelistas, Internet, Mobile, AdTech, MarTech e SaaS Technology.

Segundo os organizadores, os participantes aprenderão como essas tecnologias em evolução impactarão seus negócios para um maior crescimento.

Entre os participantes anteriores estão todos da Apple ao Google, Amazon, Ikea, McDonald’s, Nike, Walmart e muitas das principais marcas do mundo em vários setores.

Você aprenderá com educadores, estudantes, investidores, profissionais de marketing e marcas, executivos e profissionais digitais. Os líderes de pensamento e outros profissionais que operam no amplo setor de tecnologia também compartilharão suas idéias.

Você pode economizar US $ 100 em seu passe se clicar no botão vermelho e se registrar agora. ->

Registrar agora





Eventos, concursos e prêmios em destaque

Mais Eventos

  • A My Coffee Machine tem o orgulho de apresentar o Workshop em Miami City
    10 de abril de 2020, Online
  • LEAP HR: Ciências da Vida Oeste
    20 de abril de 2020, São Francisco, Califórnia.
  • Análise Avançada da Construção 2020
    27 de abril de 2020, Dallas, Texas
  • Semana Nacional das Pequenas Empresas
    03 de maio de 2020, Online
  • Avanço da pré-construção 2020
    04 de maio de 2020, Las Vegas, Nevada.
  • TECHSPO Nova York 2020
    07 de maio de 2020, Nova York, NY
  • TECHSPO Houston 2020
    20 de maio de 2020, Houston, Texas
  • Cruzeiro de vendas 2020
    23 de maio de 2020, Baltmore, Maryland.
  • DigiMarCon Caribbean 2020 – Conferência de Marketing Digital no Mar
    23 de maio de 2020, Baltimore, Maryland.
  • Cúpula de Análise de Marketing – Las Vegas 2020
    1 de junho de 2020, Las Vegas, Nevada.
  • DigiMarCon West 2020 – Conferência e Exposição de Marketing Digital
    10 de junho de 2020, Santa Monica, Califórnia.
  • TECHSPO Los Angeles 2020
    10 de junho de 2020, Santa Monica, Califórnia.
  • DigiMarCon America 2020 – Conferência de Marketing Digital
    16 de junho de 2020, Online
  • DigiMarCon Midwest 2020 – Conferência e Exposição de Marketing Digital
    17 de junho de 2020, Chicago, Illinois.
  • Evento mundialmente famoso de tecnologia de RH, outubro de 2020
    13 de outubro de 2020, Las Vegas, Nevada.
  • Operações criativas São Francisco 2020
    14 de outubro de 2020, São Francisco, Califórnia.
  • Maior evento de MBA de Miami! QS MBA Tour
    20 de outubro de 2020, Online
  • O maior evento de MBA de Atlanta! QS MBA Tour
    22 de outubro de 2020, Atlanta, Geórgia.
  • Maior evento de MBA de Houston! QS MBA Tour
    24 de outubro de 2020, Houston, Texas
  • O maior evento de MBA de Austin! QS MBA Tour
    26 de outubro de 2020, Austin, Texas

Mais concursos

Esta lista semanal de eventos, concursos e prêmios para pequenas empresas é fornecida como um serviço comunitário pela Small Business Trends.

->Você pode ver uma lista completa de eventos, listagens de concursos e prêmios ou publicar seus próprios eventos, visitando o Calendário de eventos para pequenas empresas.

Imagem: techspola.com/




CorpNet ajuda empresas a obter alívio de coronavírus

CorpNet Helps Businesses File for Coronavirus Relief


Uma empresa conhecida por ajudar os empresários a incorporar está ajudando-os a solicitar empréstimos federais de COVID-19. ->

O Empréstimo para Desastres Econômicos por Lesões (EIDL) e o Programa de Proteção de Salários (PPP) estão incluídos na lei federal CARES de US $ 2 trilhões. Eles são projetados para ajudar pequenas empresas.



Arquivo para alívio de coronavírus

A CorpNet está ajudando a comunidade de pequenas empresas, auxiliando no aplicativo e enviando os formulários necessários quando eles solicitam o alívio do coronavírus.

->Nellie Akalp é o CEO da CorpNet. O Small Business Trends entrou em contato com ela para saber mais sobre o que sua empresa está fazendo pelas pequenas e médias empresas.

Full Steam Ahead

Ela explicou como eles viam uma necessidade.

“Muitos empresários e pequenos empresários estão confusos sobre quais empréstimos estão disponíveis e como aplicar”, ela escreve. “Portanto, estamos ocupados em avançar a todo vapor aprendendo os meandros de todas as opções.

Começamos isso porque sentimos que era necessário devido a muitas perguntas e confusão vindas da nossa comunidade de pequenas empresas. Também precisamos permanecer nos negócios por meio disso, para que ele nos dê um novo fluxo de receita para permanecer à tona. No geral, o momento foi perfeito. ”

Financiamento do empréstimo

A empresa cobra uma taxa de serviço de US $ 349,00 pela ajuda com o EIDL. A assistência ao PPP é um pouco diferente. Akalp explica: ->

“Quando o empréstimo for aprovado, a CorpNet receberá suas taxas de serviço do credor aprovado que o financia. “

Isso significa que não há custo inicial para o cliente da CorpNet. A ajuda na triagem do que pode ser um labirinto burocrático para obter o dinheiro pode ser assustadora. Especialmente agora, quando muitas pequenas empresas estão lutando apenas para manter as portas abertas.

->Existem algumas grandes vantagens no que a CorpNet está oferecendo. Como o fato de trabalharem com credores eletronicamente. É uma boa corrida final para entrar em contato com bancos sobrecarregados.

Bancos tradicionais

“Entendemos que os bancos estão em atraso”, diz Akalp, acrescentando que eles trabalham com credores especializados em aplicativos do SBA Paycheck Protection Program.

“Você deve obter financiamento dentro de 2 a 3 semanas, enquanto a maioria dos bancos está demorando mais e não processará seu aplicativo se você não for um cliente existente”.

O banco que eles usam é especializado nesse processo.

Sólidos conselhos de negócios

A Akalp também oferece alguns conselhos de negócios sólidos para as pequenas e médias empresas no clima COVID-19 de hoje. Ela diz que manter o curso é importante e as pequenas empresas devem solicitar qualquer tipo de auxílio ou subsídio disponível.

“Seja super cauteloso e diligente com o local onde está gastando seu dinheiro e seja criativo e flexível em seus negócios. Não resista à mudança “, diz ela. “Esse clima atual pode ser o novo normal por um longo tempo, então gire sempre que necessário.”

Dando uma mão

Por fim, ela diz que a CorpNet apenas começou a dar uma mãozinha.

“Continuaremos a fornecer recursos, conteúdo e assistência aos pequenos empresários. Este é apenas o começo e continuaremos lançando outros recursos à medida que aprendermos sobre eles. ”

Imagem: corpnet.com




Nas notícias: Os trabalhadores que atuam no combate à pandemia, o que os pequenos empresários devem saber

Weekly RoundUp - April 3, 2020


À medida que mais pessoas procuram continuar trabalhando durante a pandemia de coronavírus, um novo relatório revela que 85% dos trabalhadores de shows não têm medo de trabalhar. E, à medida que mais pessoas lidam com o vírus, 70% dizem que continuarão trabalhando enquanto houver medidas de segurança. ->

O resumo desta semana analisa como as pequenas empresas não estão apenas lidando com o COVID-19, mas também como continuam trabalhando nessas circunstâncias.

A primeira notícia é que há um pacote de estímulo de US $ 2,2 trilhões que fornecerá a Lei de Ajuda, Alívio e Segurança Econômica de Coronavírus (Lei CARES). Ele expandirá bastante o programa de empréstimos 7 (a) da SBA para empréstimos através de credores certificados pela SBA.

->Em seguida, a Semana Nacional das Pequenas Empresas será cancelada este ano, pois o vírus continua impactando vários outros eventos. Como um dos eventos mais importantes voltados para pequenas empresas, o cancelamento do NSBW fará muita falta. A Administração de Pequenas Empresas não anunciou uma nova data.

O resumo também examina as pequenas empresas que vêm em socorro, fabricando Equipamentos de Proteção Individual (EPI), ensinando como transmitir de casa durante o surto e o ensino à distância para citar alguns dos artigos.

Dê uma olhada no resumo para obter mais. Ao mesmo tempo, aqui está o Coronavirus Business Center da Small Business Trend.



Emprego

85% dos trabalhadores que fazem gig não têm medo de trabalhar durante a pandemia de coronavírus

A pandemia do COVID 19 está causando estragos na força de trabalho dos EUA, no entanto, cerca de 85% dos trabalhadores em shows não têm medo de trabalhar, de acordo com uma pesquisa da PeopleReady. De fato, muitos querem contribuir para impedir a propagação do vírus. Funcionários que não têm medo de coronavírus A pesquisa descobriu que quase 3 em cada 4 estão prontos e dispostos a assumir tarefas temporárias de limpeza e desinfecção.

Finança

Como conservar o fluxo de caixa comercial durante a pandemia de coronavírus

Nestes tempos sem precedentes, muitas pequenas empresas estão operando com funcionários remotos e muitas outras são completamente fechadas. Ninguém sabe quanto tempo as empresas receberão pouca ou nenhuma receita. O desafio para as empresas permanecerem viáveis ​​é continuar o fluxo de caixa. ->

Notícias para Pequenas Empresas

Semana nacional das pequenas empresas adiada devido a pandemia de coronavírus

A Semana Nacional das Pequenas Empresas une-se ao crescente número de eventos que estão sendo cancelados e adiados para impedir a propagação do coronavírus. Inicialmente, a Semana Nacional das Pequenas Empresas (NSBW), organizada pela Small Business Administration (SBA), estava programada para ocorrer entre 3 e 9 de maio de 2020. A SBA diz que a está adiando para novo aviso.

Bringg ajuda as empresas a lançar rapidamente um serviço de entrega

Em 25 de março, a Bringg anunciou o lançamento de seu BringgNow, uma solução de entrega de última milha em mente para pequenas empresas. A solução ajudará as empresas a iniciar e escalar imediatamente as operações de entrega. De acordo com a empresa, o BringgNow permitirá que as empresas carreguem pedidos rapidamente, despachem entregas para seus próprios motoristas ou frotas de crowdsourcing.

Onfleet lança placa de trabalho para empresas que buscam motoristas de entrega

->O lançamento do Driver Job Board gratuito da Onfleet foi projetado para fazer uma coisa durante a atual pandemia do COVID-19, obter as coisas de que as pessoas precisam encontrando motoristas para entregá-las. À medida que o bloqueio atual continua se arrastando, as pessoas vão precisar do essencial. E uma maneira de obtê-lo sem comprometer ainda mais as pessoas é entregando a elas.

Artesãos artesanais fazem máscaras para profissionais médicos

A epidemia COVID-19 está atrapalhando as instalações médicas do país e as pessoas que trabalham lá. Consequentemente, eles enfrentam escassez de equipamentos de proteção individual (EPI). Nas últimas semanas, essas engrenagens de proteção tornaram-se escassas e escassas. Como resultado, os profissionais de saúde estão sendo forçados a racionar suas máscaras N95.

Impressoras 3D usadas para fazer máscaras médicas, outros EPIs

A falta de equipamento de proteção individual (EPI) criado pelo coronavírus agora é responsável por uma hackatona global. As impressoras 3D estão produzindo tudo, desde máscaras médicas a escudos, válvulas de oxigênio, peças para fazer ventiladores a partir de máscaras de mergulho e até acessórios de maçaneta de porta sem as mãos. A escassez de alguns equipamentos importantes é terrível em alguns locais.

Empresas de caminhões e caminhoneiros enfrentam problemas exclusivos com o COVID-19

As empresas de caminhões enfrentam desafios únicos à luz da pandemia de COVID-19, enquanto tentam fornecer alimentos / medicamentos e equipamentos de proteção e outros suprimentos. As Associações Americanas de Caminhões elogiaram recentemente a Lei de Ajuda, Alívio e Segurança Econômica (CARES) de Coronavírus por fornecer assistência aos caminhoneiros.

Pequenas empresas fazendo sua parte para produzir EPI para a falta de pessoal médico

Com a epidemia de COVID-19 causando ondulações em toda a cadeia de suprimentos global, as empresas estão tentando lidar com a escassez de insumos essenciais para sua produção. Hard hit é o setor manufatureiro que produz suprimentos médicos vitais. Isso inclui equipamentos de proteção individual (EPI), como máscaras, luvas e roupões médicos.

Comece

Como inscrever seu restaurante em um serviço de entrega de comida

Muitos estados agora têm restrições para restaurantes que operam durante a pandemia de coronavírus. Para limitar a propagação do vírus e apoiar o distanciamento social, muitos restaurantes e bares tiveram que fechar ou limitar suas operações ao serviço de entrega e entrega.

Impostos

Economize até 35% em preparação para impostos com o bloco de H&R

Embora o prazo para apresentação de impostos federais tenha sido adiado para 15 de julho, muitas pequenas empresas ainda estarão entrando em abril. Além disso, muitos estados não adiaram seus prazos de entrega. Portanto, mesmo que sua empresa não esteja registrando impostos federais imediatamente, você ainda precisará compilar rapidamente os retornos estaduais.

Tendências Tecnológicas

Como ter uma boa aparência Live Streaming Yourself from Home

Durante a pandemia do COVID -19, algum foco de pequenas e médias empresas está mudando para o trabalho remoto. Para muitas pequenas empresas, isso significa aprender uma nova norma, incluindo transmissão ao vivo em casa. O Small Business Trends entrou em contato com Jennifer L. Jacobson, fundadora da Jacobson Communication, para obter algumas dicas. Jacobson publicou recentemente um blog intitulado Como estar na TV nacional da sua sala de estar.

A demanda por ensino à distância oferece oportunidade para pequenas empresas de ensino

O ensino à distância tornou-se mais importante do que nunca, como mandatos para combater as escolas próximas à pandemia de coronavírus em todas as faixas etárias. Somente nos EUA, existem cerca de 51 milhões de estudantes em escolas públicas, sem mencionar outras instituições de ensino. Felizmente, existe uma tecnologia para manter o aprendizado em andamento.

Franquia

Como os gerentes de franquia podem se diferenciar da melhor maneira possível, em conformidade com os padrões de franquia

Não importa se você administra um restaurante de fast food ou uma loja de ferragens. O proprietário de uma franquia tem a oportunidade de experimentar o empreendedorismo. Mas isso acontece sem os níveis de risco mais altos geralmente experimentados nas startups tradicionais. No entanto, administrar uma franquia oferece várias vantagens. Por exemplo, você tem menos espaço para inovação do que em uma startup.

Gestão

O sono pode ser a chave que falta para o seu sucesso

Há um componente esquecido no sucesso das pequenas empresas e é algo de que não fazemos o suficiente. Como empresário, o sono sempre parece um luxo que fica muito atrás de tudo na sua vida. Infelizmente, não conseguir o suficiente, também pode prejudicar o que você está trabalhando tão duro para realizar.

Ferramentas Online

A melhor alternativa ao CMS tradicional do WordPress em 2020

O CMS sem cabeça (sistema de gerenciamento de conteúdo) nos últimos tempos chegou a superar o CMS tradicional quando justaposto como sistemas de gerenciamento de conteúdo. O CMS sem cabeça se tornou o melhor sistema de gerenciamento de conteúdo criado do zero como repositório de conteúdo.

Imagem: Depositphotos.com

Mais em: Coronavirus Biz Advice




Prova de recessão: como criar um plano de sobrevivência (para que você possa manter a confiança)

Prova de recessão: como criar um plano de sobrevivência (para que você possa manter a confiança)


Andrew: Olá, lutadores da liberdade. Meu nome é Andrew Warner. Eu sou o fundador da Mixergy, mas você já sabe disso. O que você não sabe é que estou conversando com meu bom amigo Noah Kagan, que está sem camisa. E você sabe, Noah, enquanto você se afasta da câmera, eu estou olhando para o seu peito, você é muito bem construído. Eu lembro de você quando você era um cara magricela.

Enfim, não é sobre isso que estamos aqui para falar. Estamos aqui porque eu estava me sentindo um pouco triste com o que está acontecendo no mundo hoje. Quero dizer, é o vírus que está derrubando as pessoas, mas também é a economia que está derrubando os negócios, e você não pode separar os dois. Sabe, quando penso em todas as lojas da Valencia Street aqui em São Francisco que estão fechadas com tábuas, penso em todas as pessoas que estão fechando seus negócios por lá. Quando penso nas pessoas que estão ouvindo minhas entrevistas e. . . bem, você sabe para onde estamos indo com isso.

O interessante é que Noah está tão otimista sobre isso. Ele não está apenas vendo isso como uma situação em que poderíamos superar isso. Ele está quase empolgado, quase parece que está prosperando. Então, eu queria fazer um conjunto de entrevistas com pessoas que estão se saindo um pouco melhor depois da coroa do que antes, depois do sucesso. Ele é uma daquelas pessoas que estão se saindo um pouco melhor. E acho que quero entender como e obter alguma esperança disso. Mas a outra coisa que está surgindo com Noah é que ele tem essa confiança que eu também espero que possamos absorver dele.

Noah Kagan, para quem você não conhece, possui uma coleção de empresas diferentes. Ele é mais conhecido por possuir o AppSumo. É um mercado para acordos de software. Muitos de nós obtivemos preços realmente bons em ótimos softwares da AppSumo. Ele também lançou recentemente algo chamado SendFox. É o marketing por e-mail que você paga uma vez, em vez de ter a taxa de assinatura mensal. Transporte onde você recebe ofertas de produtos físicos. Nós podemos continuar. Não é para isso que estamos aqui. Estamos aqui para entender por que o negócio dele está um pouco melhor agora do que era antes desse grande impacto financeiro e na saúde. E para falar sobre meus dois patrocinadores, que são HostGator para hospedagem de sites, e Toptal para contratação de desenvolvedores.

Noah, quão significativo é o aumento desde o lançamento do vírus?

Noé: Para dar algumas idéias, no AppSumo.com, nossos parceiros, os azarões que estamos promovendo, esses acordos vitalícios que muitas pessoas estão ficando loucas por agora, porque todo mundo está tentando economizar. Eu acho que antes. . . o mês ainda nem acabou, e já aumentamos 10% em relação a fevereiro, e acho que está entre 30% e 50% das vendas do ano passado.

Andrew: Um aumento de 30% a 50% em relação ao ano passado. Você pode me dar um senso de proporção? Eu sei porque você me disse em particular qual é a sua receita, mas me dê algo para que as pessoas vejam que não são US $ 100.000 em negócios fazendo outros US $ 30 por mês.

Noé: Não. É uma empresa de oito dígitos.

Andrew: Empresa de oito dígitos, mais de US $ 10 milhões significativamente.

Noé: Mais de US $ 10 milhões. E o que estamos fazendo é. . . bem, quero dizer, o que me anima é que quero que as pessoas ajudem o mundo. E há todos esses oprimidos que criam um ótimo software. E há todas essas, francamente, grandes empresas super lucrativas que enganam as pessoas há muito tempo. E é incrível que possamos criar alternativas e ajudar a promover os menos favorecidos.

Andrew: Me de um nome.

Noé: MailChimp, ConvertKit, Canva. Eu tenho uma lista deles, tipo: “Eu acho que vocês estão cobrando demais e oferecendo muito pouco”.

Andrew: Por que ConvertKit e Canva? A maioria das pessoas pensa no ConvertKit como o oprimido no espaço do software de email, competindo com o MailChimp, Infusionsoft e outros.

Noé: Se você estiver pagando uma assinatura para hospedar. . . eles são a empresa de hospedagem mais cara que eu já vi. Você está pagando US $ 60 por mês para hospedar algum endereço de e-mail? Por que pago tanto para você hospedar alguns emails? Não faz nada.

Andrew: Se estou entendendo direito, a razão pela qual você gosta de jazz é a opção mais barata em um mundo em que as pessoas estão sobrecarregando e engordando, e você diz que ninguém está prestando atenção à opção mais barata até que precisem, até a economia está entrando em queda. Então, por que você está prosperando é porque está oferecendo alternativas mais baratas a esses produtos muito caros.

Noé: Então deixe-me destacar. Primeiro, odeio a palavra barato. Acho que a palavra barato mostra que é de menor qualidade.

Andrew: Vi que te perdi quando disse isso.

Noé: Gosto de mais acessível e mais prático. O que me empolga não é apenas o fato de haver descontos, mas tudo estar à venda, e todo mundo finalmente acordar e dizer: “Por que estou pagando tanto por essas coisas?” Então, acho que há duas coisas importantes que me deixam muito animado. A primeira é que acho que todo proprietário de uma empresa que inicia ou administra uma empresa é como: “Preciso jogar um pouco melhor na defesa”. Então, eles estão analisando cada um de seus contratados, analisando seu aluguel, analisando suas assinaturas. Então, se você é uma empresa de SaaS, seu lucro é a oportunidade das pessoas. Se você recebeu essa assinatura, qualquer coisa que esteja na minha conta todos os meses que pretendo cortar.

Andrew: O que você cortou?

Noé: Negociamos muito do nosso material de reconhecimento de receita, como nossa receita recorrente, como ferramentas de monitoramento de receita, negociamos baixas.

Andrew: Esperar. O software que informa a receita que você está gerando todos os meses, você as envia por e-mail e diz: “Ei, escute, eu me inscrevi. Você pode reduzir meu preço? E eles fazem?

Noé: Eu acho que você tem que fazê-lo de uma maneira muito. . . Portanto, há duas peças que todo empresário precisa fazer. E também podemos conversar com pessoas que estão iniciando negócios. Mas se você é proprietário de uma empresa, ofensa à defesa. No lado da defesa, posso dizer a estratégia exata que estamos adotando no Sumo Group, mas a primeira coisa é que não estou tentando ferrar as pessoas para que elas me odeiem para sempre, porque finalmente vamos sair disso e é por isso que me sinto bem. É exatamente quanto tempo vai demorar para sair dela. Então, eu tento fazer isso de uma maneira respeitosa e dizendo: “Ei, eu sei que vocês estão triturados. Eu sei que estou triturada, os dominós estão caindo. Você quer ser a última pessoa no dominó? Ou você quer ter certeza de que sai bem? Então, vou enviar um e-mail para você e dizer: “Acho que você deveria. . . Oh, eu devo gravar?

Andrew: Sim, vá em frente. Eu não sabia que isso iria interromper o seu fluxo. Apenas continue. Sim, grave.

Noé: Está bem. O mais importante é que, quando você envia um e-mail para alguém, acho que você precisa fazer algumas coisas. Número um, diga a eles o preço exato que deseja fazer. Número dois, diga: “Ei, não posso pagar isso agora”. Número três, diga a eles: “Ei, é disso que eu preciso agora. Podemos revisitá-lo em seis meses se a economia se recuperar. Essa é uma ótima maneira de me manter como cliente de longo prazo. ”

Andrew: Ok, então não é: “Ei, preciso que você abaixe seu preço. Você está me empurrando por muito tempo cobrando demais. ” É: “Eu preciso disso agora, porque estamos passando por uma situação difícil. Veja como você pode me manter como cliente. “

Noé: Sim. Então, se você tem um SaaS. . . como todas as empresas de Ltd que estão dizendo: “Não sei por que você continua pagando mensalmente”, elas vão [inaudible 00:05:53]. Portanto, sua melhor opção para defender isso é fazer algumas loucuras como vendas de um, dois, três anos agora e, esperançosamente, tentar capturar esse dinheiro. Então, neste momento, acredito que seja forte.

Andrew: OK. Tudo certo. Então essa é a ofensa. A defesa é. . .

Noé: Não, isso é tudo . . .

Andrew: Isso é defesa?

Noé: Isso é ofensa para as empresas de SaaS.

Andrew: Desculpe, estamos conversando um com o outro, porque vejo o entusiasmo. Acho que o seu microfone foi cortado porque você estava falando muito alto e alto, o que é bom, continue. Mas o que você está dizendo é que, na defesa, reduza as despesas o máximo possível, negocie com as pessoas agora e faça isso de uma maneira amigável que permita que você tenha um relacionamento de longo prazo com elas. Na ofensa, parece que o que você está dizendo é sair para seus clientes e dizer: “Vou fazer um ótimo negócio para que você possa manter sua receita e talvez até cobrar agora por três anos de serviço para que eu receba mais infusão de dinheiro. ”

Noé: Vamos dar um passo atrás. Portanto, a frase que eu gostaria de pensar para todos agora é guardar seu dinheiro. É melhor você guardar seu dinheiro, porque se conseguir sustentar e superar, ganhará. É nisso que eu acredito plenamente. Então, o que [inaudible 00:06:49] empresa, apenas compartilharei isso, em vez de apenas ofender e defender dentro de cada [inaudible 00:06:53] a primeira coisa é qual é o seu plano? Porque você, Andrew, teve ansiedade. Não consigo controlar algumas dessas coisas. Os mercados estão hoje, o bitcoin caiu amanhã.

Portanto, a primeira coisa que todos precisam fazer é um plano. Portanto, o plano que fizemos, e eu vou compartilhar muito abertamente, é chamado de plano 30-5. Então, o 30-5 é que tiramos nossas projeções de tudo o que estamos fazendo. E dissemos: “Vamos assumir imediatamente que nossa receita cai 30%. E assumiremos imediatamente que nossa margem de lucro e lucro líquido serão de apenas 5% “. Portanto, a questão é: que mudanças precisamos fazer de maneira defensiva imediatamente, para poder administrar o negócio?

Então fizemos uma lista, pausamos todos os bônus, reduzimos alguns contratados, negociamos nosso aluguel, estamos negociando software, retiramos alguns gastos com anúncios que são indisciplinados. E entao [inaudible 00:07:39] para os números 30 e 5 e nós gostamos: “Bom. Agora que nossa base é sólida e nossa defesa está garantida, agora é [inaudible 00:07:47] Eu posso passar por alguns dos ataques [inaudible 00:07:48] de coisas que. . .

Andrew: Desculpe, seu microfone continua entrando e saindo enquanto você está falando, e estou preocupado com o fato de que ele pode não estar funcionando corretamente. Por que você não desconecta e nós vamos ficar um pouco mais insanos? Não parece tão bom, mas pelo menos continuaremos ouvindo. Você pode me ouvir?

Noé: Sim, eu posso ouvi-lo perfeitamente.

Andrew: Certo, ótimo. É um pouco de eco, mas é uma situação muito melhor para nós. OK. E eu pensei que você fosse seu. . . seu prédio. O lugar em que você administra sua empresa, não é algo que você possui?

Noé: Portanto, temos pequenos escritórios que costumávamos ter. Nós nos mudamos para um espaço de escritório de US $ 40.000 por mês que está completamente vazio. A outra coisa é que acredito plenamente que os escritórios do futuro serão apenas pequenos, porque o fato de não poder usá-los nos fins de semana, o fato de não usá-los durante a noite é um completo desperdício de dinheiro. Então, acho que o futuro é pagar todos os colegas de equipe que trabalham em nossa empresa e pagar a hipoteca deles. E nós simplesmente não vamos ter um escritório, ou teremos um escritório muito pequeno no qual possamos nos reunir de vez em quando.

Andrew: Interessante. Eu lembro quando. . . Eu gosto de trabalhar sozinho. Eu não gosto de ter pessoas por perto. E você me recomendou no passado: “Consiga um escritório e junte seu pessoal porque isso cria um sentimento comunitário”. Você está se afastando disso agora, a necessidade de estar com as pessoas?

Noé: Sim, o mundo muda, e você precisa mudar com ele. Então, passei do trabalho sozinho para o escritório e para o remoto. Então, acho que o híbrido é a melhor abordagem. Deixe as pessoas trabalharem. . . Encontre as melhores pessoas do mundo, onde quer que elas estejam. E você sabe, a comunidade virtual on-line é agradável, como você usa o Zooms, o Slack, mas como estar fisicamente com as outras pessoas realmente cria uma sensação de camaradagem. Mas não acho que você precise ter esse espaço expansivo, francamente, perturbador e caro, em comparação com estilos ou locais de trabalho mais flexíveis.

Andrew: Ok, o que mais você está fazendo na ofensa?

Noé: Nas coisas ofensivas, estou apenas fazendo uma lista de todas as coisas que estamos atacando de forma agressiva. Tantas pessoas. . . Não conheço seus ouvintes, Andrew, espero que eles estejam do lado do vencedor, porque é isso que vai acontecer. A riqueza está apenas sendo redistribuída. E assim, o lado vencedor é o povo que está dizendo: “Tudo bem, meu bem defensivo, não estou preocupado com meu dinheiro.” Como posso atacar? Então, como você pode atacar? Vamos apenas fazer as coisas que estamos fazendo. Vou apenas dar a você coisas específicas.

Estamos trabalhando duro no Haul Drop. Estamos dizendo: “Muitas de suas lojas de comércio eletrônico, você tem muito inventário, são negócios não essenciais, como você não é comida, não é entretenimento, não é um exercício, não é um exercício”. Então, coloque seus produtos em nossa lista gratuita, é como o Product Hunt e o AppSumo, e promoveremos a merda dos seus produtos. ” Assim, muitos donos de lojas no Shopify ou Amazon estão correndo para colocar seus produtos. É grátis. E nós fazemos a nossa promoção. Então esse é um.

O número dois, mais geral para todos, é publicidade. Então, acho que as duas coisas com publicidade são: enlouquecer e negociar com todas as pessoas que você já pensou em patrocinar ou fazer parceria, porque pessoas como você, Andrew, outros podcasters, são como: “Puta merda, meus anunciantes estão cancelando. Puta merda, eu não preenchi minhas vagas. ” Ou se você é um boletim informativo ou é um blogueiro, suas taxas de anúncios estão caindo. Então, tudo está à venda. E entao . . .

Andrew: Vá em frente, vá em frente.

Noé: Para nós, estamos saindo e dizendo: “Ei, nós trabalhamos com você no passado. Pagaremos 50% do que patrocinamos antes “, porque, adivinhe, você precisa de alguém agora e queremos trabalhar com eles. E também estamos enlouquecendo apenas com os anúncios em geral. Mas acho que o principal dos anúncios que quero destacar são duas partes principais. E sei que estou indo rápido e forte porque a velocidade é a número um no momento. Se você não está se movendo rápido, vai perder. Portanto, as duas partes principais da publicidade são a número um, você precisa incutir disciplina nos seus anúncios. Por isso, reduzimos quase toda a nossa segmentação para compradores não anteriores. Portanto, se você é um comprador anterior, nós o excluímos. E acho que redirecionar é principalmente um desperdício de dinheiro, mas se você pode excluir essas pessoas e mostrá-las a pessoas que nunca compraram, ótimo.

Número dois muito. . . cliques, os CPCs estão mais baratos do que nunca agora. E as pessoas pensam: “Sim, estou comprando anúncios, é tão barato”. Você precisa ter cuidado, porque esses novos compradores podem ser mais exigentes com o dinheiro deles. Então você não quer simplesmente gastar como um louco e pensa: “Não posso acreditar como é barato”. Você precisa medir e garantir que eles estejam gastando um pouco com seus negócios antes de expandir como um louco.

Andrew: Ok, então o jeito que você está crescendo agora é conseguir melhores ofertas nos produtos nos quais está vendendo. . . qual é o site da Haul Drop?

Noé: hauldrop.com. Não, acho que o. . .

Andrew: Oh, entendi. Você sabe o que? Eu realmente senti falta disso. H-A-U-L, como um transporte. Eu estava pensando em um salão como a escola.

Noé: Nós também possuímos hauldrop.com. Andrew, posso dar duas outras idéias bem rápido?

Andrew: Sim, sim, vá em frente, por favor.

Noé: [inaudible 00:11:55] pessoas pensando. A ideia número três. Então, número um, negocie. Número dois, seus anúncios. Número três, afiliados. Se você tem ouvintes como você, Andrew, se você tem clientes anteriormente, a), pode vender algo novo para eles? Então, digamos que você esteja fazendo meias. Estou tirando sarro de muita gente de meia porque ninguém está comprando meia. Essa é uma ótima camisa, a propósito. É uma camisa da GAP, não é?

Andrew: Não, não é, mas é uma ótima camisa. Levei Olivia para fazer compras comigo, felizmente, antes das lojas fecharem. Estou tão orgulhosa das roupas que ela me comprou, que me fez parecer muito bem.

Noé: Parece ótimo.

Andrew: Obrigado.

Noé: Então, o número três é que, se você tem clientes anteriores, venda-os para outra coisa. Venda-lhes meditação em casa, venda-lhes outra coisa que possa beneficiá-los. Ou, como você, e é isso que estamos fazendo de forma muito agressiva. Todo mundo agora está procurando dinheiro, todo mundo está tipo, “Puta merda, eu tenho que pagar aluguel. O aluguel será dispensado? É a minha hipoteca. . . Assim, transforme todos os seus ouvintes ou clientes em seus vendedores, porque todos precisam de vendas. E depois o último. . .

Andrew: Então transforme-os em vendedores afiliados, eles recebem uma comissão. Ok, entendi.

Noé: Sim, grande momento. Enviámos por e-mail a nossa lista no SendFox e dissemos: “Ei, não há problema. Se você está com dificuldades ou está procurando dinheiro ou se as coisas estão difíceis, venha aqui e aplique, nome, email, URL e ativaremos algumas pessoas. Este é um experimento. E pagaremos US $ 10 por cada cliente que você enviar. ” São apenas 50 dólares para um cliente comprar de nós. E até agora, centenas e centenas de pessoas se inscreveram, porque todo mundo está preocupado.

Andrew: Ok, você ia me dar outro.

Noé: Sim. E o último, este é o que eu realmente vi ontem. E há tantas coisas diferentes, cara, é assim. . . é isso que estou tentando dizer às pessoas, prepare suas defesas, planeje e ataque. O último que eu vi é incrível: parcerias cruzadas. Então, um cara que eu vi disse: “Ei, eu tenho muitos clientes que são compradores de CBD”. E podemos tirar sarro dessas pessoas depois do show. Mas a questão é: ele diz: “Se você é uma academia, se está com saúde ou se está com comida, deixe-me promover seus produtos para eles. E eu cortei e você fez muito mais vendas. ” E eu fiquei tipo, “Isso é incrível”.

E você começa a pensar que, se você é corretor de imóveis, pode fazer isso. Se você é uma empresa de SaaS, pode fazer isso. Se você é um ginásio, você pode fazer isso. E como uma outra ideia de negócio, porque eu sei que há alguém por aí que fará isso porque você tem bons ouvintes. Todas essas lojas estão fechadas. Você acabou de dizer. A loja de roupas está fechada. Essas pessoas estão fechadas, essa pessoa perdeu o emprego. Vá ajudá-los a ficar online.

Agora é o melhor momento para colocar essas empresas online. Ligue para eles: “Ei, vejo sua loja fechada. Vamos colocar você online, é grátis. Eu vou hospedar tudo. Eu farei tudo. Ajudarei você a comercializar tudo. E o que quer que seja vendido, 5%, não há risco para você. ” Tipo, esse é o tipo de pessoa por causa dessas limitações, as pessoas terão a mente aberta para tentar coisas novas.

Andrew: Você sabe, tem essa linda. . . existem algumas lojas bonitas na rua Valencia. Um vende equipamento de rádio antigo que é realmente. . . é moderno, mas parece velho. E eu meio que sinto falta de olhar para as coisas deles porque é tão bonito. Não acho que eles estejam online. E você está dizendo que esses tipos de pessoas seriam candidatos a nós como consultores para ligar para eles e dizer: “Posso entrar online gratuitamente? Dividimos a receita. ”

Noé: Isso aí. Acho que o problema que tenho é que não gosto de reclamar e culpar as pessoas. A queixa e a culpa são como: “O governo é péssimo. A cidade me fechou. Não sei quanto tempo vai durar. Então, acho que as coisas em que você deve pensar é o que você sabe. Eu sei que espero viver. Eu sei que as pessoas ainda estão gastando dinheiro. Eu sei que há muitas pessoas por aí e muitas coisas pelas quais agradecer. E eu fico tipo “Ei, há algumas coisas que podemos fazer”. E então eu acho que há muitas oportunidades em torno dessas coisas que as pessoas estão apenas colocando a cabeça na areia e esperando que isso termine. E quando isso acabar, haverá mais vencedores e mais perdedores. E a pergunta que as pessoas precisam fazer é: quando isso termina, onde você quer estar?

Andrew: Por que você cobrou apenas um pagamento único por um plano vitalício no SendFox? Por que você não está fazendo o que todo mundo no software como espaço de serviço está fazendo, cobra mensalmente?

Noé: Então eu acho que as empresas SaaS vão morrer.

Andrew: Todas as empresas de software como serviço vão morrer?

Noé: Sim. E eu espero que eles façam.

Andrew: Por quê?

Noé: Então, acho que eles vão morrer por três razões, mas acho que apenas uma classe delas permanecerá por perto. A única classe de assinatura que permanecerá por aqui é que, se você é um componente comercial crítico, ou seja, está hospedando, está realizando uma venda, como se fosse o botão de venda, ou com uma comunicação em potencial, como email marketing. Eu acho que se você é algo fora disso, todo mundo vai olhar para te cortar.

E o problema com algumas das empresas que dizem que estão indo bem agora, estão atrasadas. Estou dizendo, a receita parece boa, mas em uma semana ou duas porque as inscrições de e-mail estão em baixa, a conversão pode estar em queda, em duas semanas eles ficam tipo: “Puta merda, preciso começar a fazer algumas alterações . ” Então, por que eu acho que as empresas de SaaS vão realmente se ferrar é o número um, elas estão na esteira da rotatividade. Portanto, se você estiver em um negócio não crítico, a esteira da rotatividade está chegando.

Número dois, a primeira coisa que as pessoas fazem quando os tempos estão difíceis e começam a ter um pouco de defesa, procuram cortar suas assinaturas. Então, eu olho minhas assinaturas, você está. . . o primeiro se foi.

E número três, acho que com esses negócios de SaaS, houve uma grande corrida para ele. E acho que é um modelo de negócios complicado. E as pessoas adoram a ideia de “Eu não gosto de me preocupar com minha assinatura”. A única coisa a pensar sobre isso, deixe-me simplificar ainda mais. Quais assinaturas agora você nunca cancelará? Como, vou abrir essa pergunta para você.

Andrew: Eu pessoalmente? Você sabe o que, há um punhado. Por alguma razão, o Spotify vem à mente. Mesmo que eu não precise muito disso, é divertido para mim. Há um punhado deles.

Noé: Não, acho que é muito bom. Então, você vai cancelar sua conta de telefone celular?

Andrew: Não. Não é possível cancelar meu pacote de hospedagem, pacote de hospedagem na web. E-mail, achei que não poderia cancelar e meio que suponho que não cancelarei. É meio que uma dor. Existem alguns outros. Então alugue. Estou tão apaixonada pelo fato de ter um escritório, mas como não posso ir ao escritório, basicamente estamos sendo excluídos. Comecei a pensar no que mais eu poderia fazer? E meu cunhado sugeriu: “Fique como um galpão no quintal”. E olhei e disse: “Não quero derramar”. E então eu comecei a procurar. Cara, existem alguns lugares que construirão um belo galpão para você, por alguns milhares, US $ 3.000. Eu pensei que é basicamente um aluguel de um mês aqui. Eu poderia me livrar dessa assinatura possivelmente. Então você está certo. Há um punhado em que consigo pensar, mas não muito.

Noé: Mas acho que você também é exatamente o ponto. Você até disse: “Bem, eu pensei em cancelar o Shopify ou Spotify, e depois pensei em um e-mail.” E acho que é isso que todo mundo está fazendo. Por isso, acho que se você não é um negócio essencial, precisa descobrir como se adaptar e se adaptar a isso o mais rápido possível. Então, eu acho que essas empresas SaaS. . . é por isso que eu acho que o AppSumo e todos os parceiros estão prosperando. Eles prosperam porque as pessoas pensam: “Quero uma alternativa para esta assinatura cara.

Andrew: O AppSumo não faz assinaturas, faz uma vida útil. Isso é exclusivamente vida, eu não percebi isso.

Noé: Foi um passeio selvagem, cara. Ayman, que dirige o show por lá. . . Eu sou apenas o tipo de líder de torcida. Eles desenvolveram os negócios muito bem. Por isso, costumávamos fazer acordos de três meses e de um ano. E descobri que, para a maioria das empresas, você realmente não precisa continuar pagando mensalmente. Direita? A menos que haja um custo real para isso. A ideia de continuar pagando por isso não. . . a menos que haja algum benefício significativo todo mês, você pode pagar apenas uma vez.

Andrew: Mas parece insustentável para muitas empresas. De fato, deixe-me um momento para falar sobre meu primeiro patrocinador. O primeiro patrocinador é uma empresa chamada HostGator. Deixe-me perguntar isso. Nova economia, novo mundo. . . O que?

Noé: Eu uso HostGator.

Andrew: Você faz? Para quê?

Noé: Eu tenho HostGator para okdork.com, para o meu blog.

Andrew: Saia. O blog que você tem há anos, antes de lançar o Mixergy, lembro de ouvi-lo em uma de suas conferências conversando com Guy Kawasaki, e ele disse algo e disse, okdork.com. E eu digo: “Uau, Guy Kawasaki está mencionando o OkDork”. Então sim, você teve isso para sempre. Isso está no HostGator. Eu não percebi. Se hoje alguém está dizendo: “Quero começar algo aqui”. Você sabe o que? Eu vou me ofender como Noah Kagan está dizendo. Tudo o que tenho é HostGator. Eu poderia pagar uma assinatura mensal por alguns dólares por mês. É literalmente três ou quatro dólares por mês, eu acho. O que você sugere que eles façam? Ou como você sugere que eles pensem em criar um novo negócio no HostGator?

Noé: Sim, muitas vezes eu recomendaria pessoalmente que eles tentassem fazer vendas diretamente. Acabei de falar com um cara que é. . . seus filhos querem vender jóias. Joalheria. Joalheria. Tudo certo. Ele era como, “Eu crio um site e devo postar tudo no Instagram o dia todo?” Eu sou como, “Não, vá para todas as pessoas na sua igreja e diga: ‘Aqui estão as jóias, todo o dinheiro vai para as pessoas idosas.'” E eu fiquei tipo: “Isso é ótimo. E se não quiserem comprar, descubra outra coisa. ”

Mas acho que em termos de idéias, há tantas idéias que você pode fazer. Eu gosto de fazer isso manualmente e depois colocá-lo online. Mas se você quiser usar o HostGator, acho que comece por blogar. Se você tiver algum conhecimento exclusivo relevante e interessante, coloque-o online, use sua conta HostGator. Número dois, as pessoas querem entretenimento. Eu acho que existem apenas três categorias nas quais eu investiria muito dinheiro agora. É entretenimento, saúde e. . . entretenimento em casa, como jogos de tabuleiro, filmes, críticas, qualquer coisa assim. Saúde. Direita? Então as pessoas estão em casa. Vi um cara do outro lado da rua fazendo polichinelos, meu amigo Joel Runyon do Impossible HQ está fazendo exercícios. E a última coisa é comida.

Portanto, se você pode jogar nessas três categorias e colocar algum tipo de site on-line para vender algo, revisar algo ou fazer kits de bricolage, acho que é um ótimo lugar para hospedar o HostGator e iniciar um negócio.

Andrew: Tudo bem, se você está lá fora e está me ouvindo e quer começar, vá para hostgator.com/mixergy. Super barato e, francamente, se você está pagando por um pacote de hospedagem caro, agora é a hora de mudar. Eles até fazem o trabalho para você. Apenas diga a eles: “Escute, Andrew disse que você vai migrar para mim”. Eu acho que é de graça. Só hesitei em dizer porque não tenho 100% de certeza, mas acredito que é hostgator.com/mixergy. Eles migrarão você, tornarão super simples e terão um preço muito mais baixo. Se você deseja reduzir custos, é uma ótima maneira de fazê-lo. hostgator.com/mixergy.

Eu continuo dizendo que / mixergy sem dizer às pessoas que o benefício de lançar o / mixergy é que eles pegam seu preço já baixo e o abaixam para o menor preço que disponibilizam, porque Sachit Gupta é uma dor de bunda que ele continuou acompanhando. eles e dizendo: “Não, não podemos ter você, não podemos ter você, a menos que você nos dê o preço mais baixo para o nosso público. Caso contrário, por que alguém usará hostgator.com/mixergy quando poderá acessar o HostGator? ”

Tudo bem, AppSumo, a evolução, o que aconteceu com isso? Agora está meio que correndo sem você. Ayman está liderando. A evolução [crosstalk 00:21:37]. Eu pensei . . . Então entrevistei algumas pessoas que disseram que fizeram negócios no AppSumo. Eles se saíram muito bem e isso lhes deu uma infusão de dinheiro para o início de seus negócios, certo? Porque eles estavam apenas começando. Você conseguiu um monte de clientes para eles. Isso levou as pessoas a usar seus softwares. . . deu-lhes uma infusão de dinheiro e depois evoluíram para assinatura.

Noé: Sim.

Andrew: Mas não é essa a antítese do que você está prevendo ou do que está dizendo que eles devem fazer? Eles estão recebendo esse fluxo de dinheiro porque precisam dele para começar. Mas, como forma de administrar uma empresa, você precisa de receita contínua, não é?

Noé: Sim. Eu acho que você está exatamente certo. E então eu acho que existem duas maneiras de ver isso. Penso que a pergunta é: como é o futuro do trabalho? E todo mundo agora, se você assistir a todas essas pessoas do YouTube e todos esses Instagrams e todo mundo dizendo que o trabalho remoto é a novidade. É como, ok, é 2020. Entendemos.

Então a pergunta é: como é o futuro do trabalho? O futuro do trabalho é que mais coisas estarão online, mais dinheiro será feito online e mais pessoas precisarão de habilidades para trabalhar online. Portanto, queremos ser o local em que você pode aprender ou comprar e vender as ferramentas necessárias para crescer e administrar um negócio on-line. E, portanto, acho que a parte desse futuro é que você deve comprar coisas únicas, mas, potencialmente, pode haver algumas coisas que você deseja assinar que são mais à la carte. Então, em vez de assinar US $ 200 por mês para pagar por email marketing, pago uma vez US $ 50. E se não estou usando tudo isso, não pago nada. Mas se eu usá-lo excessivamente, tenho que pelo menos pagar o custo para o provedor de negócios. Então, queremos fornecer essa solução completa de mercado para negócios e conhecimento para os futuros trabalhadores da América.

Andrew: Então o SendFox agora está fazendo uma assinatura mensal de qualquer tipo?

Noé: Então sim e não. Então, agora, você pode usar o SendFox de forma totalmente gratuita. Mas se você é proprietário de uma empresa, temos uma marca e você gosta: “Quero me livrar da marca. E quero enviar mais e-mails. ” Então você paga $ 50. E você pode enviar até 50.000 emails por mês. Mas o que descobrimos é que algumas pessoas estão abusando disso. E eles estão enviando centenas de milhares de e-mails por mês, o que nos custa dinheiro. Então eles são apenas. . . eles estão excedendo isso. E assim dissemos: “Tudo bem, para todos. . . se você estiver enviando, precisamos obter um pouco de lucro. Então, cobraremos um pouco mais do que nosso custo para isso. Então, são 10 dólares por mês a mais. Além disso, você não recebe anúncios, além de outras vantagens. ”

Andrew: Dez 10 dólares por mês a mais?

Noé: Sim.

Andrew: É uma taxa única. Mas, se forem grandes o suficiente, haverá uma taxa recorrente em andamento.

Noé: Acho que o jeito que eu gosto de olhar para as empresas é se você pensa sobre isso, há amadores, empresas e impérios. E então eu acho que um hobby nunca deve ser cobrado. A hobbyist is going to pay for things because they’re pretending, they’re playing they’re entrepreneur. But a company is making a little money. So for them having some things they can pay a little bit more. And then you get to the higher stages where you’re a large company generating a lot of money, I don’t think you should get punished for making a lot more money, but you should be able to pay a little bit more for the services that you’re getting.

Andrew: So basically, isn’t that what we always were? Like a freemium, but with a different model. MailChimp has a free version for hobbyists, they just cap it at a smaller number than you do. You guys cap it at $30,000. Direita?

Noah: I think the problem that I have with them and ConvertKit and all these other SaaS companies is that they have thousands of people working on something that doesn’t need that many people, charging you insanely high multiples that people just have no idea. So to send one email . . . just to give you context, let me show you the number. To send one email is 0.0002, 0.0002. Okay? So most people on average have 3,000 people in their email lists and most people email twice a month. So let’s do the math, that’s 6,000 emails times 0.0002. That’s $1 and 20 cents of cost. So if you’re on ConvertKit, or MailChimp, you’re probably paying between $30 and $50 a month for something that’s costing them $1.

Andrew: And the rest of the money, though, goes to advertising, goes to customer service people who will help you out when that email doesn’t make it through. I don’t know what? Hotmails, whatever, right?

Noah: I’m not saying that everything doesn’t need people. And I always think it’s weird when companies are like, “Look at our great customer support.” I’m like, does it mean that you suck so much that I need to have a lot of help? Like, go make your product better. But I think Jeff Bezos said it right. And I really loved his point is that your margin is my opportunity. And I think there’s a lot of people out there that can build similar, if not better, software in this new economy, and especially as it’s evolving, that doesn’t need 200 people and that will come after your thing. And then we’re seeing now with AppSumo and all the different companies from like . . . I’ll pull up the list, but there’s just so many companies doing this stuff out there now, like Vectera is doing it, SendFox is doing it, [inaudible 00:26:03]

Andrew: Doing email marketing, you mean?

Noah: In all the different categories of every category of online tools.

Andrew: Got it. You’re saying for every piece of software, there’s basically 20 other people out there who are doing the same thing, and their margins are your opportunity to come in. It seems . . . You’re nodding and smiling as I say this.

Noah: I’m just looking over the different companies. There’s RelayThat for Canva, there’s Vectera for online screen sharing, Social Animal instead of BuzzSumo.

Andrew: Oh, you’re saying, for every expensive software, there’s a much, much cheaper alternative, go find it. You’re the one who turned me on to ProfitWell as a way of seeing churn. We sat down at dinner and you said, “Here’s this thing. It’s totally free. Just go sign up. Most people don’t know because the founder isn’t as well-known as his competitors.” So I get that your cheapness helps you go there. My sense is you’re saying now everybody needs to be as cheap as Noah Kagan and you have to assume all your customers are as cheap as Noah Kagan, and just start pricing it for that. And if that means you give up . . . You’re smiling so big as I say it. If that means you give up all . . . Go ahead. What are you going to say?

Noah: Look. So when you say the word cheap, I say the word frugal.

Andrew: Frugal, okay.

Noah: When you say the word cheap, I say the word practical. And so for me, I think what’s happening nowadays is that, Andrew, maybe not you because you have maybe a little bit more savings and things like that, but a lot of people out there are scared, and they’re afraid. And I’ve seen . . . I’ve talked to a lot of them. They’re like, “I don’t know how I’m going to pay rent the next month or two.” And so they’re looking at what are the things that I can make more affordable?

And so as a business owner, I’m actively looking at saying, “What is non-essential? Or where can I do . . . ?” I think there’s always a question, you know, do you grow through cutting a bunch of money, or do you grow through growing the money? And obviously, it’s through growing the money, but I think people, especially now because things are getting all pulled back, are like, “Let me just at least review all the things I’m spending on.” And if people aren’t doing that, they’re the ones that should be going out of business. Let me make a clear point. You have an iPad right there?

Andrew: I do. Eu amo isso.

Noah: I know you love it. Do you tell it you love it every night?

Andrew: I tell my wife I love it every night. She goes, “Dude, I’m sitting right here.”

Noah: It’s awkward. So Apple just announced new Apple shit. Are you going to go buy it if it came out tomorrow?

Andrew: I’m going to buy the keyboard. Yeah, but not the iPad.

Noah: And so why aren’t going to buy the iPad? Brand new.

Andrew: It’s not that much better. I haven’t bought an iPhone, even, the new iPhone. I used to love phones. I haven’t bought the new one in . . . I’m now three years behind. I don’t care.

Noah: I expect for at least until the end of the year, because of all this uncertainty, any non-essential spending will get pulled back.

Andrew: Yeah, yeah, I could use another computer. I’m not buying it.

Noah: And you’re rich.

Andrew: A replacement. My business, it depends on having a good internet connection, a good computer. I said, “I have this laptop I haven’t been using. I’ll just use the laptop.” É ótimo.

Noah: And you’re on the high end. So I think if you’re a business owner, and you didn’t set up your defense, you deserve to fail. But then the best thing is, once you set up your defense, no matter what happens, I have a plan that I’m following so that I can spend all of our energy. Like our content team has 4xed the output in the past two weeks.

Andrew: How?

Noah: Why? We’ve hired more people, we’re actually saying, “Let’s go on the offensive and hire more people and ask the people that are working with us to create even more.” It’s like, “Hey, I know you’re working hard. But this is a once in a lifetime, if not maybe two or three time opportunity to really expand our market share and our business.”

Andrew: That’s the thing. That’s the energy that I’m getting from you. You see this as an opportunity. Look at your eyes bulge out as I said it, I wish people could see it in the podcast. What do you see? What are you seeing?

Noah: The phrase I like is there’s opportunity in the chaos. And I think what I finally realized about myself is that when things are stable, it’s very boring for me and the fact that there’s so much unstableness, the fact that there’s so much uncertainty creates this opportunity. And when people are saying, “Oh, when the market settles down, I’ll buy back in. When things settle down, I’ll buy back in.” By the time that happens, it’s gone.

So right now, people are scared. Right now, people lost jobs. Right now, if you had a clothing store, you’re like, “Huh, this clothing store’s shit. Our doors are closing. I’m not making any money today, and I got to pay some bills.” So what are they going to start thinking, “I need to learn some shit. And I need to start moving my stuff online because that stuff is still happening.” So I’m like, well, AppSumo and all the stuff we’ve been building is all online. It’s the most affordable stuff online. And it helps people actually get their businesses started or growing. I’m like, “We got to get the hell out there, help all these people and do well at the same time with it.

Andrew: Right. Let me take a moment to talk about my second sponsor.

Noah: We’re using your second sponsor too. We’re using Toptal.

Andrew: How? Oh, I love that you’re using it. I’ve been recording all day today, I’m running out of ways to talk about Toptal. What did you use them for?

Noah: So at AppSumo we have a development team. And we want to have more developers to work around the clock because sometimes we sleep so we need people working when we don’t sleep. As well, it’s a really nice . . . it’s kind of like AWS for developers. So if we need a developer, you can bring someone on, they help you out and then go away. The problem with developers and full-time staff is payroll tax, unemployment, health benefits, food, offices, equipment, Slack, complaining. And I love all the people that work at Sumo, but it’s a lot more expensive. So a lot of the times if you just can have a contractor, you can ramp them up, they come to tackle a project and Toptal has really good content, and then you can ramp them down.

So right now, in our 30-5 plan, we’ve paused all of our contractors. So a lot of our non-essential contractors that’s non-content we’ve reduced and that’s the beauty of having contractors. It sucks for them and we could talk about what they can do to survive and thrive. But that is the beauty of a company like Toptal especially for a company like AppSumo.

Andrew: I also like that I’ve got somebody in between me and that contractor when it’s time to like reduce, you know, somebody who has a conversation with the contractor who I can go back to and say, “Hey, you know what, this guy is not good. I need somebody else and here’s why,” and let them make that transition for me. You didn’t use this but if you use the URL toptal.com/mixergy, you would get 80 hours of Toptal developer credit when you pay for your first 80 hours, in addition to a no-risk trial period of up to 2 weeks. Really no risk. Go to toptal.com/mixergy.

Why are you shirtless, by the way? What’s the connection to being here shirtless?

Noah: It’s hot in Texas. I was outside [inaudible 00:31:57]. I’ll tell you two things that have helped me out. People get restless at home. So I think, one, do something physical. So I’ve been using PushFit. It’s a free app you can start with. I got it on my phone. But I’ve been doing a bunch of pushups. I think that’s like kind of a popular thing lately. So I’ve been using PushFit to try to do 150 pushups a day. So it’s hot.

Second thing is I wanted to do physical things. And so I washed my car. And the other thing that I think has actually been the most helpful, especially during these uncertain times, in turbulent times, is quietness. So I put out a podcast, you can search on SoundCloud. It’s called a “Sound Bath” or “Sound Healing.” I put out a podcast in December. It’s called a “Take a Sound Bath with Me.” But just go on SoundCloud, search Tibetan bowls or sound healing or sound bath. And I just went quiet for 30 minutes and I put that on, because I think right now, Andrew, a lot of people, including myself, have a lot of negativity, a lot of opinions, a lot of people shouting, a lot of people afraid. A lot of people are seeing both sides of it.

And so I just need . . . every day I’m taking at least 30 minutes quiet just to be able to process and think about my plans and writing out these plans has really saved my ass. Especially even like my investment thesis. I did an investment thesis. Because the first two days a few weeks ago, I honestly was scared. I was like, “I’m going out of business.” I started updating my LinkedIn resume. I was like . . .

Andrew: Literally?

Noah: Not my LinkedIn resume. But I was really scared. I called my stepdad right away. And I was like, “What do I do? I don’t know. I don’t know.” And I went quiet. I came home, I wrote down my plan is specifically for my finances. And I haven’t worried about it in two weeks since and I’m just executing against my plan.

Andrew: Let’s spend a little bit of time on that. When you were scared, what were you scared of? What did you think? Well, I’ll tell you what happened with me. It was like, what happens if I’m too sick? I don’t expect to die. But what happens if I’m too sick to make food for my kids? You know, they’re stuck at home. It’s not like their grandmother can come over because she would have to stay away because she’s in a more vulnerable age group. And that started to worry me and there’s stuff like that. What happens if the business goes away and my kids then have to leave or some . . . ? I don’t know.

Oh, I know what it is. I have some money that’s in a safe spot. What happens if what used to be safe is not safe anymore, right? Weren’t they saying in the last economic crisis that even CDs that are supposed to be FDIC insured may not be FDIC insured, because we have to protect the overall system, not individuals who have more money in CDs? So it was like all this stuff going in my head. What was it for you?

Noah: There’s been two times. So one time I landed from LA, and I went back and forth to LA for two weeks in this month. At night, I was drinking some scotch. And I was just like . . . I honestly started having heart palpitations. And I was like, “Man, if I get it, is my body strong enough to handle it?” And it was scary. And I was like, you know, “I’m young-ish. I’m very healthy, you know, I eat healthy,” all this kind of shit. But I was like, “Man, I’m a little scared of getting it.” And that kind of made me a little bit more . . . it’s not to be paranoid, but just be prepared. So it was like, let’s stay away from more people. Let’s keep the house as clean as possible. Let’s try to do as best I can. I can’t make it not happen, but I can do whatever I can in that. And so that alone made me feel more good about that.

And then the financial side, it was like for three days in a row, like everyone else out there who’s in the stock market, I lost $70,000, then $50,000 [inaudible 00:35:09].

Andrew: How much was the last one? You paused when you said it.

Noah: I think overall in the stock market, I’ve gone down around $400,000. And then in bitcoin I lost about $100,000. And so I’m calling my stepdad being like, “This is fucked. I don’t think I’m going to have to fire everyone in the company yet, but like, I’m all over the place. And I’m feeling very uncertain, and I’m feeling very anxious.” And so that’s really what led to the P word, which is the plan. And it was the plan for myself and was a plan for the company.

I think where a lot of people are making mistakes is that besides the plan, they’re doing too many things reactively. They’re like, “If this happens, then I’ll do this.” It’s like no, create your plan, act on it and take charge of the situation because I think right now the biggest thing is people are not feeling control. And so a plan and action puts you in control of your situation.

Andrew: What was in your plan?

Noah: Well, so for my finances, it was shifting, it was basically saying, “What’s my financial . . . What do I care about?” I said, “I don’t want to be distracted with finances, I want to focus on the company. And I want to just do things long term.” So I changed my asset allocation from 60% cash to 75%, and my equity position to 25%. So I reduced some of that, and I said, “I’m just going to buy back in long-term stocks that I believe in, and I’ll just do it slowly over time.”

Andrew: Okay. And then, for the business what’s your plan?

Noah: So that’s what I’ve been doing and then I just stop worrying about it.

Andrew: The plan for the business, what you mentioned before. Assume you’re going to get to 5% net profit margin, assume all those assumptions that you made.

Noah: [inaudible 00:36:37] revenue drops 30%. And so we basically assumed it and we said, “Well, let’s just ballpark.” Let’s say that’s $100,000 that we have to cut in our business immediately. We went through and made a list of everything and then we cut everything immediately on Monday.

Andrew: Was that hard decision or a hard conversation to have with them when you’re not suffering and they are not going to be working?

Noah: Yeah, that’s really interesting, because people are like, “Aren’t we doing well? Aren’t we doing well?” And I think that’s where people are going to get misled. They’re like, revenue looks good. Revenue looks good now. I want to be ahead of it so even if it doesn’t look good, or it does look good, then we can be more successful. And for a lot of the people that we pause, we can bring them back. For some of the people we cut, we hopefully can bring them back. Or maybe we shouldn’t even keep them. And I don’t mean that as a mean thing.

And then the second thing that I actually think is just as important in this, Andrew, is that we have a plan B now, which is our 30-15 plan. So if things get really worse, and we’re checking certain leading indicators every day, and I think I mentioned too and I’m happy to repeat, we’re checking them every single day. If any of those leading indicators go off our certain ratio or our targets, we’re basically going to pull plan B which is going even more aggressive. Because I think people are just [inaudible 00:37:41]

Andrew: What are the leading indicators? Because before we got . . . But what are they?

Noah: So the four leading indicators we’re looking at, and this is what I encourage every business. They might be different than ours. But if you’re a consultant, if you’re a, you know, food product business, if you’re a SaaS business, if you’re a marketplace, what is your conversion rate? So revenue is a lagging thing. And conversion rate, your leads signups, so how many leads or email signups are happening? Your traffic? So is your traffic going up or down? Are people not paying attention to you because they’re worried about their safety? And lastly is the refund rate. And so we are looking at those plus our seven-day rolling revenue window. So over the seven days, what’s our average revenue? So we’re looking at those metrics every single day at night. And if things start dropping dramatically, we’re going to execute plan B. And I think the thing that’s helped us is that we’ve already planned it out ahead of time.

Andrew: And so now everyone knows, and you know, and so it’s reassuring for you, but it also gives them a sense of where we’re going. And it’s not a big surprise when it unfolds.

Noah: Well, I think there’s two components of that. Number one is we haven’t shared that with the entire team. And the second part . . . Because do we want them to be distracted and thinking if they’re losing their job? Because I was . . . well, surprised and not surprised. I’m shocked how many people are worried about losing their job. And a few of the people that we said, “Hey, we just need you have a temporary pay cut.” They were like, “Thank you so much. I’m just glad I have a job.” And it’s not to take advantage of people. I mean, Ray Kroc has a great quote. You ever heard of the Ray Kroc quote?

Andrew: “If my competitor is drowning, I want to shove a lit firehose in their mouth.”

Noah: So if your competitors and people are not your teammates, but this is that chance to go fucking like . . . go on the offensive in a lot of these businesses, but I think you have to show up you’re defensive. So number one, I think it’s distracting and discouraging if we showed, like, all the pay cuts and things we have to do for plan B. But the second thing is we want to keep morale up. Some of the people I’ve talked to at our company, you know, the teammates, they’re more excited than ever. They’re like, “Yo, I’m working my hardest, I think what we’re doing is really going to help change the future of work. And I’m just so excited about having a job and that we get to be able to do this and get paid to do.”

Andrew: I like your energy. How did you tap into this energy?

Noah: You know, I haven’t been excited about our company or work in about three years, I would say.

Andrew: Really?

Noah: I do the podcast, and you know, I check in with the business and I start some things here and there. I think it’s just such a fucking wild . . . you know, it’s uncertain and uncertainty doesn’t last forever. But for some reason that uncertainty and instability give me energy. And it gives me opportunity because I feel like there’s so much opportunity out there. Especially now I feel like a calling like, I’m thinking about Noah’s Ark. I’m like, there’s all these people scared. There’s all these people uncertain. There’s all these people who lost jobs, who now gained some freedom. And I’m like, “Yo, it’s time to make your own damn jobs. It’s time to recession proof your job. It’s not recession proof your business.”

Andrew: How does somebody who . . . recession proof if they’re an employee? And so you’re saying, “I want to help them do that. Let’s let them come onto my ark instead of be drowning in this depression.” So if someone now . . . we’ve talked about someone who has a business. Let’s talk consultants and someone who has a job. Someone who has a job, you just mentioned, if they get laid, if they get fired, what do they do to not have their whole family going . . . ?

Noah: First of, they count their blessings. So every curse has a blessing. So I think getting fired is a blessing, right? You now have freedom. And this is the best time ever to be an entrepreneur. So many great companies come out of recessions. And so being recession proofing your job, what does that mean? So there’s two pieces. You asked, if someone’s working at a company, we’ll talk about that. But let’s say a consultant, they got fired. So what do they do? First you go home, you’re like, “Ah, there’s so many things that are still great.”

So number one thing you do is that you make sure that you have money for at least 12 to 24 months, that’s the most important thing, because you can’t go out there and act with confidence. You can’t go on opportunity mode if you’re in panic mode. Change your rent, cut all your SaaS subscriptions, review what you can make money on, and get your home base secured.

Number two, there are so many different business opportunities out there that I’ve just been . . . it’s mind blown. So as a consultant, the first thing I think about is what is my unique skill? What is my unique skill? My unique skill is marketing and kind of evangelizing, right, and starting new businesses. And so I’m like, “All right, how do I parlay that into things going on?” So for me, it’s either sharing these messages with other people, or b), starting new companies.

So if you’re a consultant, let’s give an example. I was talking with this lady Karen Chang today. And Karen is a digital marketing consultant. And so I was like, “Karen, everyone has money.” And people are like, “Oh, the recession, no one’s got money anymore.” Everyone’s got money. Everyone’s got food. Everyone’s still paying Netflix, but they’re prioritizing their money differently now. They’re moving away from non-essentials, you know, Allbirds socks, Casper, those aren’t essentials. Those are luxuries. People are saying, “Bye, bye, bye,” you know, they’re doing little Backstreet Boys on them.

And so with Karen, it’s now you have to think about with all these customers that I have access to that I’ve worked with as a consultant, how can I move higher up in the value chain? And so I said, “If you’re a marketer, can you go and run their ads? Can you bring them partnerships? Can you actually just go do sales for them? Can you go do referrals and run a referral program for them?” And so the key thing there, the key thing that every single person to recession proof your job or recession proof yourself in a business is can you directly generate more revenue?

If you cannot directly generate more revenue or directly save costs, do not do it. So what I mean by that is that if you’re a teammate, like at Sumo Group, and you’re not directly helping us make more money right now, or you’re not directly helping us save a lot of money right now, you’re potentially on the chopping block. And I don’t mean that as a fear thing. I meant that as an empowering thing. You should be saying, “This is my time to go shine. This is my time to go step up and make some big shit happen for whatever company I’m a part of.”

Andrew: Okay, I’m with you on that. And then, so that would be the same for an employee or a consultant. If someone’s laid off and you’re saying is the best time to be an entrepreneur, put cash aside so that you can be safe enough that you’re not going to sleep every night worrying about . . . That’s a tough, by the way, thing to say to somebody, right? If you don’t have a job, it’s really hard to put some money aside, especially if you own your own place. But assuming that there’s a way to find headspace, even in these difficult times, how do you find a business right now? How do you find a thing to launch?

Noah: So, there’s so many . . . I’ll just go over different ideas. Can we just give people ideas of things that you just go?

Andrew: I’m with you.

Noah: All right, let me pull up a list. I’ve just been taking lists of like all these different businesses I’ve seen. So number one, all the different stores that have closed down in your neighborhood, call them up and be like, “Let me get you on Shopify. Or let me just put you for free online and I’ll put a PayPal button. If you don’t have an email list, we’ll get you on SendFox, we’ll get you on Klaviyo, we’ll get you on whatever, and let’s get your stuff going. There’s no cost. And whatever I help you sell, you can pay me a percentage.” Number one.

Number two, everyone’s at home bored as shit. So either a), create date boxes. Andrew, I know you . . . you know, you’re into dates and stuff, create date boxes. Call up your network and say, “Hey, I know you’re at home, you have a date, you want a date, I’m putting together these boxes of chocolate, of wine, and like two sexual activities and some questions that you can do. It’s once a week, it’s $10. Are you interested? Yes or no?” Or you can do stuff for their kids.

So the point I’m saying is that there’s a lot of this stuff, and I’ll go through more ideas. But think about who do you have access to? So do you have a church? Do you have a bunch of . . . If you’re a consultant, who are your previous customers. If you’re a shoe company, this is one of my favorites. If you’re a shoe company, you have 15,000 people who have more things than just shoes. So what else could you help him with?

The other aspect. I’m going through a bunch of ideas. So we have date boxes, board games. People are at home bored as fuck. How can you help create board games? If you’re a promoter? If you’ve been doing events physically, promotion, why can’t you now create online . . . be an online promoter? Be like, “All right, I’ve got Mariah Carey, or I’ve got whoever. Let me set up an online concert. It’s $3 to join and I’m going to bring in a bunch of people to your concert.” And guess what, people would be like, “Holy shit.” Mariah Carey can do a concert from her bed, which is probably . . . I don’t know if she’s still attractive anymore. But I’d pay $3 to maybe consider seeing that. So you can be an online promoter. I think there’s a bunch of other things with these local businesses. Portable cocktails.

Andrew: What’s a portable cocktail? As you’re talking, I’m realizing that . . . What is a portable cocktail? And then I’ll tell you what I’m realizing.

Noah: It just sounds weird, portable cocktail. A portable cocktail is like . . . So I told you. There’s all these stores that are closed, their businesses should be online. All these restaurants and bars, now a lot of them are slowly, as my father would say, “[inaudible 00:46:07]. ” They’re slowly moving online. But why don’t you go to all the either restaurants or bars or physical stores, help them make their stuff portable locally and globally. If you’ve got a good cocktail drink, all these governments are relaxing their laws. Help them put that drink in a bottle, ship it locally, ship it nationally, ship it globally. Guess what . . .

Andrew: You know what? It sounds . . . Desculpe. Go ahead.

Noah: I’ve got more. Dude, go to any one of your friends’ houses, be like, “Give me all your shit. I’m going to sell all your shit now.” That’s one of the stupider ones. Or if you’re on eBay, go to the eBay people, help them do packaging. Like be FBA for eBay. “Ship me all your stuff for eBay. I take care of it. I got all your stuff. Whenever it sells, I manage it for you.”

Andrew: I feel like there’s a bunch of pain that people are experiencing and are willing to pay to relieve them. And a lot of it has to do with, frankly, being at home with your kids. Like I was just thinking, I could have a . . . we should have a tutor. How do we even get like a regular tutor who’s sitting because the kids at some point are going to stop paying attention to me. But it’s basic freaking math that they’re doing. I’d love to find a tutor who can just sit and entertain my kid for 45 minutes and do some math. So how much would that cost?

Noah: I love that. So here’s what you could do. If you’re a tutor or you’re a consultant and you’ve got no work, go on takelessons.com. I just literally, two hours before this, I had an hour-session with a chess coach.

Andrew: Oh, you still do that?

Noah: Yeah. Oh, I’m back on. takelessons.com. So that’s a great one. If you can teach anything on there. Another one is there’s probably all these music marketplaces, teach music. Another one is italki. If you speak a foreign language. Andrew, I know you speak Hebrew. A lot of your listeners probably speak, you know, Hispanic or Mandarin or whatever. Go on italki and teach people around the world. My friend has a hostel in Thailand. He’s a white dude. And no one’s staying at his hostel. So he’s teaching English on italki to survive.

Andrew: How are you not on the iPad? It’s so fucking great to use.

Noah: It’s right next to me.

Andrew: Oh, you’re on iPad too.

Noah: I have [inaudible 00:47:58] so I’m using a notepad while we’re talking.

Andrew: It’s so good especially like . . . I can talk on forever about that, for highlighting things and . . . Ah, forget it. Eu gosto disso. I see where you’re going with this. I freaking love your energy. I like also that you’ve now started doing this . . . what is it? Every noon?

Noah: “A Noon with Noah.” So every noon we’ve been experimenting, doing these live chats. The two things I would say about them is one, they’re not as leveraged as I think they can be. So I’m not sure how many I’m going to do because . . . I mean, basically the whole goal this week was to try “A Noon with Noah” on every single different platform. So tried Zoom, tried Instagram, tried Twitter, tried Facebook, tried YouTube.

Andrew: I saw you on Instagram. Which one worked best?

Noah: So we’ve tried Twitter, Instagram, and YouTube. So far, YouTube I would say was the best in terms of engagement and volume. Twitter got decent volume, but very . . . engagement’s crappy. Instagram actually was better than I expected. The engagement’s really fun and it’s fast, but it’s kind of weird because you have to be on your phone. We’re going to try Zoom. We’re going to try a Facebook group tomorrow. The Facebook one, which was actually pretty good so far. And then we’re doing Zoom, just a Zoom one on Friday.

Andrew: My favorite one of all these, like the people who are doing stuff remotely like you, is Mo Willems. He is a children’s author who is doing every day a different thing with kids, where my kid is now watching him and then he’s drawing with Mo Willems. I never freaking heard of Mo Willems. Now he’s my favorite author ever.

Noah: Who’s Mo Willems?

Andrew: Mo Willems. He’s written a few books that you know that I didn’t realize I knew that he wrote, but kids are just sitting on the floor doing something while they’re at home. It’s not just watching him. They’re doing stuff. And then they get to take it away. My kid keeps showing everyone how he made his own board game.

Noah: I think what’s really interesting about what you highlighted, Andrew, is go try out a lot of different things. Like it’s really interesting. I think what I’m amazed with and what excites me is the creativity by all these limitations. Like I can’t go to my office, I can’t do this. And so I love seeing people doing drawings. I love all the workout people that are doing. All the cooking. Like one of my favorite stories that I’ve heard is this donut shop in Wisconsin called Cranky Al’s. They’ve now been selling DIY kits. So instead of buying doughnuts from them, here’s a DIY kit so you can make doughnuts at home.

Andrew: Go make it.

Noah: So I think that the level of creativity is just mind blowing.

Andrew: Noah, thank you so much for being here. I’m freaking wiped out. I’m recording interviews so that if I get coronavirus, there’re still some published and will still continue. I am doing it because I want to make sure that things continue no matter what, but I find myself getting really optimistic after I do, not just one interview but after I do a day of interviews, if that makes sense. You know what I mean?

It takes me away from reading newspapers. It takes me away from listening to news podcasts like “The Daily.” And it makes me start to . . . my mind will wander to things that I could do that are positive instead of going into . . . I’ll get angry at politicians in my head, I’ll get angry at my dad for taking a political position that’s just annoyingly so terrible. And I’ll fixate on that for 30 minutes because it’s clearly wrong and I could prove it. And that just brings me down. Versus this where now in my head I’ve got like, “All right, I see an opportunity here, I see something, whether I jump on it or not, is the challenge not whether it exists or not.”

Noah: Well, I think you’re literally every single other person in the world right now, which is there’s so much different news, there’s so many different opinions, there’s so much fear and uncertainty. And so I think the number one thing is how do we . . .

Andrew: Oh, no, you just said the number one thing and then Zoom froze on me. I’m going to give it a moment for it to bring back up. There we go. What’s the number one thing? It just froze just as you said it.

Noah: No, the number one thing, you’re feeling the same way I’ve been feeling and every single person out there has been feeling. And so the question is, are people going to be winners or losers and the winners are doing something about it. They’re putting a plan in place and taking control back. And the losers are blaming and reading and spending a bunch of time just avoiding dealing with the situation and thinking everything is outside of their control, which is not.

Andrew: I just want to stand up, Noah. This fucking . . . I shouldn’t be cursing.

Noah: Want to do some pushups?

Andrew: What?

Noah: Want to do some pushups?

Andrew: I got to 100 pushups in a row and then I hurt my freaking wrist. And what doctor has time now to deal with that? What I’m going to do is run, as I always do. And Zwift. I saw you were Zwifting too. I remember sending you videos of myself in my backyards Zwifting.

Noah: Dude, Zwifting is great. I mean, I think what’s amazing . . . you know, it’s amazing how we adapt. I think that’s one of the most amazing things about humans is that we adapt so damn quickly. Like all these businesses have adapted quickly. All these like online companies are adapting. And I think people can decide where do you want to be a part of this, and how do you want to look back.

One of the guys, Mitchell, on our team. The first week, I was scared. This was a few weeks ago. I was like, “Yo, this is crazy.” And he said this to me . . . And we can end with this. Which really struck me, he said, “I don’t want to look back on this time and feel like I wasted it.” And I was like, “Damn, that’s good.” And I’m spreading that message, is that how do you want to look back because this will eventually end. We’re going to go back to business, maybe not as usual. And people have to decide where they’re going to be.

Andrew: I love you, Noah. Thanks for doing this.

Noah: Love you too.

Andrew: And just even on a personal level, thanks for all the things during the years that I’m not going to get into.

Noah: Dude, you’ve built AppSumo. AppSumo is because of Andrew Warner. I don’t know if people ever know that. I’m going to always say that.

Andrew: I didn’t even know that.

Noah: [inaudible 00:53:18]

Andrew: Thank you.

Noah: You gave me a lot of help.

Andrew: Well, thanks so much. See, this is where you’re going to call me weird because I don’t like . . . I get uncomfortable hearing that. Thank you so much for doing this. If anyone wants to go check out Noah Kagan, he’s everywhere as Noah Kagan. Apparently, he’s pissed off another guy who’s . . . you called him a younger guy. He should respect his elders. He also is Noah Kagan. And poor Noah Kagan number two can’t get any of his own names on any platform because Noah’s got it on Twitter, on Instagram, etc. You can find him on OkDork if you want to read his blog. And of course, I love AppSumo. Especially since apparently I had a hand in helping it get going. So go check out appsumo.com.

Oh, I want to thank my two sponsors hostgator.com/mixergy and toptal.com/mixergy, which Noah just did a fan-freaking-tastic ad for. I got to clip it and use it in every interview. Thank you, everyone. Get out of here. Bye.



Economize até 35% em preparação para impostos com o bloco de H&R

H&R Block Discount Offer


Embora o prazo para apresentação de impostos federais tenha sido adiado para 15 de julho, muitas pequenas empresas ainda estarão entrando em abril. Além disso, muitos estados não adiaram seus prazos de entrega. Portanto, mesmo que sua empresa não esteja registrando impostos federais imediatamente, você ainda precisará compilar rapidamente os retornos estaduais.

Se você planeja registrar suas devoluções estaduais, federais ou ambas neste mês, a H&R Block tem uma variedade de serviços para ajudá-lo nesse ano desafiador, com descontos que variam de 25 a 35% de desconto.

Muitas maneiras de arquivar

O H&R Block oferece várias opções de declaração de impostos que as pequenas empresas podem usar. Para aqueles que desejam preparar seus próprios retornos, a empresa oferece a capacidade de arquivar on-line com 25% de desconto ou usando o software de desktop com 35% de desconto. Há também uma opção de Assistência on-line que permite aos usuários acessar facilmente respostas de um profissional de impostos quando necessário.

Para aqueles que desejam ter seus impostos preparados, o H&R Block ainda oferece várias opções personalizáveis. Você pode trabalhar com um profissional fiscal remotamente, enviando seus documentos on-line. Você pode entregar seus documentos fiscais ao escritório local ou ainda pode se encontrar com um profissional de impostos em um local físico, se os da comunidade local ainda estiverem abertos.

Descubra os serviços que a H&R Block oferece para ajudar sua pequena empresa:

Saber mais

Interessado em arquivar com H&R Block? A empresa oferece uma ampla gama de opções, mesmo durante esses tempos difíceis. Das opções de bricolage, você pode concluir no conforto de sua própria casa e solicitar que um profissional de impostos local complete suas devoluções para você, aqui está um resumo de cada opção específica.

Arquivo on-line ou com software de desktop

Para o registrador de imposto de bricolage, você pode simplesmente arquivar on-line no HRBlock.com ou via software de desktop. Essas opções orientam você no processo, para que você possa inserir todas as suas informações e arquivar retornos estaduais e locais rapidamente. Essa opção está sempre disponível para pequenas empresas, mas pode ser ainda mais pertinente para algumas agora, devido às rigorosas diretrizes de distanciamento social em todo o país.

Arquivo com o Online Assist

Arquivo on-line com ajuda especializada sob demanda, na ponta dos dedos, através do Online Assist da H&R Block. Essa é a opção perfeita para quem deseja arquivar por conta própria, mas pode ter dúvidas ao longo do processo. É basicamente um meio termo entre o bricolage e o trabalho com um profissional tributário.

Trabalhar com um Tax Pro remotamente

O H&R Block também oferece aos clientes a opção de trabalhar remotamente com um profissional de imposto através de seu serviço Tax Pro Go. Isso é ideal para quem normalmente teria seus impostos preparados por um profissional durante uma reunião pessoal. No entanto, com o distanciamento social em mente, agora você pode simplesmente visitar HRBlock.com para fazer upload de seus documentos relevantes e deixar um profissional de imposto preparar seu retorno para você. Isso permite que você acesse a mesma experiência fácil sem precisar visitar um escritório físico.

Devolva seus documentos fiscais

Se você quiser a ajuda de um profissional de impostos sem ter que entrar on-line OU aguardar na loja, aproveite o serviço de entrega da H&R Block (com ou sem um compromisso). Simplesmente entregue seus documentos fiscais no escritório local e no profissionais de impostos farão o trabalho para você. Eles ligam para qualquer dúvida e até permitem que você revise e aprove o retorno eletronicamente, para que você não precise ficar no escritório.

Para um melhor negócio, escolha o bloco

Independentemente da opção escolhida, você não pode errar ao registrar seus impostos no H&R Block. A empresa oferece um reembolso máximo garantido, para que você possa se sentir confiante em otimizar o valor do seu retorno. Eles também oferecem mais limites de arquivamento gratuito e são sempre pelo menos US $ 10 mais baratos que o TurboTax. Por fim, os clientes da Block sempre têm acesso a especialistas de profissionais da área tributária, mesmo em períodos difíceis. Os profissionais de impostos da empresa ainda estão de plantão agora para responder às suas perguntas on-line e em muitos locais de tijolo e argamassa, portanto, não hesite em entrar em contato.

Não espere para aproveitar a ajuda do H&R Block durante esta temporada fiscal desafiadora.

Iniciar o arquivamento

Mais em: Patrocinado




14 maneiras de obter mais olhos em suas ofertas de emprego

Job Postings


Como empregador, você está constantemente à procura dos melhores candidatos em potencial para ingressar na sua equipe. No entanto, pode ser difícil para a mensagem da sua organização se destacar em um mar interminável de ofertas de emprego. Para ajudá-lo a mostrar de maneira mais eficaz suas posições em aberto, pedimos a um painel de membros do Conselho de Jovens Empresários a seguinte pergunta: ->

“De que maneira você pode tornar as postagens de emprego mais visíveis online? Como essa abordagem ajuda? ”

Aqui está o que os membros da comunidade YEC disseram:



Como anunciar um emprego

1. Peça à sua rede para ampliar sua pesquisa

->“Nossos contratados de maior sucesso vieram de referências diretas ou recomendações de amigos ou de nossos funcionários. Esse método não apenas dará à sua listagem uma exposição adicional, mas também trará bons benefícios para você. Peça a seus amigos e funcionários de confiança que compartilhem sua listagem em suas mídias sociais (Facebook, LinkedIn, Twitter) ou com pessoas que eles acham que são adequadas para o cargo e a empresa. ” ~ Jaryd Hermann, WECAST INC

2. Publique no LinkedIn

“O LinkedIn é uma ótima plataforma para publicar listas de empregos. Você pode postar seu trabalho e compartilhar os links em grupos específicos de candidatos a emprego, bem como tópicos de discussão. Você também pode pagar uma pequena taxa mensal para fazer parte do Recruiter Lite e entrar em contato com os melhores candidatos para o seu negócio! ” ~ Diego Orjuela, Cabos e sensores

3. Os líderes da empresa compartilham de suas contas pessoais

“As pessoas se conectam com as pessoas. As pessoas escolhem trabalhar para as pessoas. A maior maneira de alavancar sua publicação de emprego não é através de maneiras exclusivas de divulgar as páginas da empresa, mas de ter seus líderes mais públicos ou respeitados a publicar também. Costumo postar as postagens de emprego, identifico outros líderes que conheço e respeito, peço aos meus líderes seniores que compartilhem e identifiquem outros que conhecem. Seis graus.” ~ Codie Sanchez, Cresco Capital Partners

4. Direcione-se diretamente às pessoas cujas obras você conhece

“Quando preciso de muito talento, costumo chegar às pessoas por trás de projetos que sei que são bons. Por exemplo, desenvolvedores de ótimos aplicativos. Você já conhece o trabalho deles e a conversa geralmente ocorre muito bem. Sempre existe um e-mail ou perfil do LinkedIn e, quando não tenho uma ideia por onde começar, o Product Hunt é um ótimo começo. ” ~ Joey Bertschlerbitgrit

5. Adapte a publicação à plataforma

“Escreva seu anúncio de emprego, configure-o e formate-o para diferentes plataformas. Se você tiver designers na equipe com recursos de animação ou infográfico, considere adaptar a postagem para a plataforma na qual está postando e, em seguida, publique em várias plataformas. Por que não no Instagram ou Twitter? Sua rede pode ter referências melhores do que candidatos nos canais tradicionais. ” ~ Matthew Capala, Alphametic ->

6. Inclua todas as variações possíveis de suas palavras-chave

“Ao contratar um novo cargo em sua empresa, lembre-se de que a mesma posição pode ter uma variação diferente de nomes. Certifique-se de incluir todas as variações possíveis de suas palavras-chave para maximizar suas chances de aparecer nas pesquisas de candidatos a emprego. Se você precisar de uma pessoa que fale espanhol, por exemplo, poderá incluir uma versão em espanhol. ” ~ Kevin LeyesTeam Leyes

7. Esteja em qualquer lugar que seus concorrentes estejam postando

“Se você já utilizou suas plataformas para anunciar suas vagas, isso é incrível. Agora, procure os sites onde seus concorrentes estão postando. Seu melhor candidato pode clicar no botão “Aplicar” quando considerar o seu primeiro. Diga a eles que você está contratando e diga que sua marca corresponde à ambição deles mais do que qualquer outra pessoa no mercado. ” ~ Maria Thimothy, OneIMS

8. Use histórias de mídia social

->“O recurso Stories no Facebook e Instagram se tornou imensamente popular. Você pode se envolver com o seu público e aumentar a imagem da sua marca criando histórias curtas e interessantes. Como o Stories dura pouco tempo, pode levar as pessoas a se inscreverem quase que imediatamente. Você pode vincular seu site a uma história e obter aplicativos em seu site. ” ~ Syed Balkhi, WPBeginner

9. Adicione conteúdo de vídeo

“Compartilhar um pequeno vídeo sobre sua empresa pode aumentar significativamente o envolvimento e a visibilidade da sua vaga. Ele se destacará de outras publicações e também tornará sua marca mais memorável. Você envolverá mais usuários e terá mais chances de encontrar o melhor candidato para o trabalho. ” ~ Blair Williams, MemberPress

10. Compartilhe sua página de carreiras

“Quando estamos contratando, compartilhamos nossa página de carreiras em nossas várias contas de mídia social. Acreditamos que, atraindo pessoas para nossas listas de empregos, podemos ter uma melhor compreensão dos pedidos e do processo de contratação e, ao mesmo tempo, tornar nossas postagens visíveis para inúmeras pessoas. ” ~ John Turner, SeedProd LLC

11. Aloque um orçamento para anúncios patrocinados

“Os anúncios patrocinados podem parecer uma solução simples, mas são eficazes. Analise seus painéis de trabalho e decida quais têm taxas justas para exibir automaticamente suas listagens para candidatos qualificados. Isso aumenta a conscientização e o expõe a mais candidatos. Além disso, você constrói um melhor relacionamento com o quadro de empregos em questão. ” ~ Riccardo ConteVirtus Flow

12. Reivindique a página da sua empresa em sites de recrutamento

“Criar as páginas de perfil da sua empresa no Glassdoor, Indeed e ZipRecruiter significa que você pode controlar sua imagem e sua marca. Na verdade, você poderá reivindicar sua página facilmente. Embora algumas etapas sejam tão simples quanto adicionar um logotipo e uma declaração de missão, outras incluem responder a análises de ex-funcionários. Isso permite que você resolva as preocupações proativamente e torne sua empresa atraente para possíveis candidatos. ” ~ Duran Inci, Optimum7

13. Use placas de trabalho respeitáveis

“Se você deseja tornar seu trabalho mais visível, tente usar um quadro de empregos premium respeitável. Em muitos casos, os sites que permitem que as pessoas publiquem empregos gratuitamente com pouco ou nenhum pagamento veem um aumento nas postagens e sua listagem é rapidamente enterrada. Trabalhar com um quadro respeitável garante que sua postagem permaneça visível por mais tempo, melhorando assim suas chances de encontrar um candidato adequado. ” ~ Chris Christoff, MonsterInsights

14. Atualize continuamente seu conteúdo

“Os quadros de empregos tendem a adiar o seu trabalho assim que sua postagem tiver uma semana. Você pode atualizar o seu cargo e a descrição toda semana, o que faz com que pareça um novo anúncio de emprego, para que os portais de empregos comecem a mostrar seu trabalho na parte superior. Isso é realmente útil se você tiver um emprego em Dice, Monster, Indeed e outras redes. ” ~ Piyush Jain, SIMpalm
Imagem: Depositphotos.com




Bringg BringgNow visa ajudá-lo a iniciar rapidamente um serviço de entrega

The Launch of Bringg BringgNow


Em 25 de março, a Bringg anunciou o lançamento de seu BringgNow, uma solução de entrega de última milha em mente para pequenas empresas. A solução ajudará as empresas a iniciar e escalar imediatamente as operações de entrega. ->

De acordo com a empresa, o BringgNow permitirá que as empresas carreguem pedidos rapidamente, despachem entregas para seus próprios motoristas ou frotas de crowdsourcing. Eles podem entregar aos clientes uma experiência totalmente semelhante à Uber em tempo real.

O BringgNow ajudará as pequenas empresas do setor de serviços. Restaurantes, mercearias e lojas de conveniência particularmente menores para dimensionar e gerenciar suas operações de entrega.



O lançamento do Bringg BringgNow

->Inicialmente, o BringgNow estava previsto para ser lançado ainda este ano, mas foi liberado para empresas gratuitamente. A liberação antecipada foi necessária devido ao aumento nas ordens de entrega, à medida que mais pessoas precisavam ficar em casa devido à epidemia de COVID-19. Restaurantes e mercearias que estão vendo um aumento nas entregas podem usar o BringgNow para acompanhar pedidos crescentes, reabastecer facilmente estoques e muito mais.

Isso ocorre principalmente com as entregas on-line se tornando mais populares em meio à pandemia do COVID-19. À medida que mais pessoas tentam evitar sair na tentativa de parar de espalhar ou pegar a doença.

“Ao ver o tremendo aumento da demanda em todo o mundo para entrega, sentimos uma obrigação da comunidade de acelerar o lançamento desta solução para fornecer às empresas uma ferramenta fácil e gratuita para permitir que elas iniciassem, crescessem e gerenciem a entrega on-line”, disse Guy Bloch, CEO da Bringg.

A oferta mais recente da Bringg está disponível gratuitamente. Isso reflete o apoio de outras empresas de tecnologia para que as empresas enfrentem os efeitos adversos do surto de coronavírus. Nas últimas semanas, as empresas de tecnologia forneceram suas soluções como freemiums, descontos ou totalmente gratuitos para ajudar as empresas a enfrentar a tempestade da pandemia.

Os recursos do BringgNow incluem um painel da web que simplifica o processo de criação e gerenciamento de pedidos. Também inclui ferramentas que facilitam a atribuição de entregas aos motoristas e a localização das mesmas em tempo real. As empresas podem usar recursos para gerenciar motoristas de frota e fornecer aos clientes o rastreamento em tempo real de seus pedidos. ->

Visão geral dos recursos do BringgNow

Essencialmente, o BringgNow oferece velocidade e melhor controle sobre as operações essenciais para uma operação de entrega. Fornecer literalmente às pequenas empresas soluções geralmente disponíveis apenas para empresas. O serviço está pronto para uso imediato, sem necessidade de integração e, sendo gratuito, o torna ainda mais atraente.

Isso é útil para pequenos restaurantes e mercearias que precisam acompanhar os crescentes pedidos de entrega. Isso ocorre porque os consumidores procuram entregas em domicílio devido à pandemia da COVID-19.

->Os principais pontos de venda da BringgNow incluem a integração sem esforço, onde as operações de entrega podem começar a funcionar com um registro em uma etapa e a integração rápida.

A empresa simplesmente precisará se registrar na página de destino do BringgNow e verificar os detalhes. Após a verificação das informações, você terá acesso. O painel do BringgNow permitirá criar pedidos manualmente, um arquivo CSV, uma planilha ou banco de dados. Em seguida, a empresa deve especificar se possui seus próprios motoristas ou selecionar uma frota de terceiros de sua escolha.

O sistema de criação e gerenciamento de pedidos vem com um painel da web intuitivo. Ajuda a gerenciar uma frota com visibilidade e transparência em tempo real para decisões baseadas em dados e gerenciamento eficiente do motorista. O envio inteligente de pedidos facilita o gerenciamento de entregas planejadas e pedidos de alta qualidade, despachando os motoristas certos no momento certo.

O benefício para motoristas e clientes

Os drivers se beneficiam dessa plataforma porque ela permite a bordo facilmente. Novos drivers podem usar aplicativos intuitivos de driver interativo para iOS e Android para interagir com despachantes.

Da perspectiva do cliente, ele fornece uma experiência de marca ao cliente e os mantém informados com comunicações ao vivo, rastrear e rastrear e em tempo real. Eles podem obter o Serviço de Mensagens Curtas (SMS) sobre o status dos pedidos, se comunicar com o motorista e capturar a classificação da experiência de entrega após a conclusão do pedido.

Como a maioria dos restaurantes menores não tem meios de empregar sua própria fuga de motoristas, o sistema também se integra às plataformas de entrega de terceiros da DoorDash e Postmates.

O que Bringg faz

A Bringg é um provedor de plataforma de logística para empresas que dependem fortemente de operações de entrega complexas. Sua plataforma fornece despacho automático de motorista, otimização de rota, rastreamento em tempo real e logística reversa. A empresa apóia a marca líder dos setores de varejo, mercearia, restaurante, bens de consumo, logística e serviços.

Com o uso de sua plataforma, a Bringg oferece ‘negócios com operações econômicas que equilibram as necessidades de todos os participantes em seu ecossistema de entrega’.

Imagem: bringgnow.bringg.com

Mais em: Coronavirus Biz Advice




Decisões difíceis exigem empatia – os dois lados da tabela

Decisões difíceis exigem empatia - os dois lados da tabela


Mark Suster

Nas últimas duas semanas, entramos talvez na experiência mais surreal de todas as nossas vidas. Acho que intuitivamente muitos de nós acreditam que pode ser um impacto mais duradouro do que apenas “60 dias em casa”, e é por isso que quase temos uma gargalhada nervosa quando chamamos (Zoom!) De alguém com quem não conversamos antes da crise e reconhecer o quão bizarros todos nos sentimos agora. Vi o interior de mais casas e apartamentos de pessoas do que provavelmente já vi quando fomos convidados para esse mundo íntimo de videoconferência.

Apenas duas semanas depois, estamos começando a lidar com o que sem dúvida causará grandes conseqüências financeiras, emocionais e obviamente terríveis à saúde e sofrimento para muitos.

Em nossas vidas comerciais, estamos tendo que lidar com decisões que podem ter impactos duradouros em nossas empresas, sem qualquer bússola, para nos guiar na direção que estamos seguindo. Parece um pouco como escolher uma bifurcação na estrada em meio a um denso nevoeiro e sem ninguém para nos guiar o que fazer.

Em nossas vidas pessoais, precisamos mudar nossas rotinas e descobrir como permanecer produtivos – geralmente com outras pessoas compartilhando nossas casas que têm suas próprias idéias de como usar nosso espaço e tempo coletivos. O que comemos? Onde compramos? O que é seguro? O que meus pais estão fazendo – eles estão sendo seguros? Posso planejar férias de inverno ou participar de um casamento ou viajar para qualquer lugar novamente este ano?

Quem diabos sabe.

Mas você deve saber que todo mundo está exatamente nesse espaço mental. É isso que torna isso tão surreal. Encontro-me lutando para relaxar completamente na hora de dormir, com minha mente girando sobre o mundo que está à frente e a quantidade infinita de decisões semanais que estou tendo que processar. Eu imagino que muitos de vocês também são. Escusado será dizer que, se você se encontra em um espaço de cabeça realmente negativo, entre em contato com qualquer mentor de confiança, amigo ou membro da família. Prometo que todos passaremos por isso de alguma maneira e sempre haverá amanhã, o que for necessário. Perdi amigos que não viam a luz no fim do túnel em dificuldades econômicas passadas.

Para fundadores de startups ou executivos encarregados de tomar decisões com todas essas informações incompletas, o momento exige determinação em todas as frentes:

  • como lidar com os clientes,
  • o que fazer com as despesas,
  • o que dizer aos conselheiros / investidores,
  • o que acontece com a captação de recursos,
  • preciso demitir funcionários ou lidar com uma licença,
  • me qualifico para assistência do governo?

Se sua cabeça não está girando, você não entendeu completamente a gravidade da situação.

Cada uma dessas decisões pode ser um post de blog por si só, mas por hoje quero evitar conselhos táticos e oferecer algo mais sobre seu temperamento à medida que você percorre a complexidade e lida com decisões que afetam a vida e os meios de subsistência de outras pessoas. Para dizer simplesmente …

Eu sei que não deveria dizer isso, como parece óbvio. Mas nas últimas duas semanas eu ouvi muitos comentários descuidados sobre: ​​cortes, renegociações, mudanças de termos, “o ambiente de mercado exige isso” ou “nunca desperdice uma boa crise” ou “você só precisa cortar 25% de sua equipe” porque parece que todo mundo está fazendo isso. Sei que muitas pessoas têm pouco tempo para lidar com situações estressantes, mas tentam fazer uma pausa e pensar sobre suas ações e palavras e como elas afetarão os outros (ou se são as ações corretas em primeiro lugar).

Nas palavras do meu amigo e um CEO com quem trabalho,

“Sim, eu sei que preciso fazer alguns cortes porque nossa demanda mudou, mas quero fazer isso com um bisturi e não com um machado.”

O condutor de suas decisões deve ser lógico, racional e economicamente sólido. Você precisa considerar:

  • A demanda pelo meu produto mudou fundamentalmente de maneira a persistir?
  • Quanto tempo dura minha pista de caixa se essa demanda não se recuperar no futuro próximo?
  • Existe um caminho viável para levantar dinheiro / fortalecer meu balanço como uma solução?
  • Caso contrário, quanto deve reduzir os custos para dar à nossa empresa pista suficiente para enfrentar esta tempestade atual?

As decisões inevitáveis ​​podem significar que você despeja funcionários, fornecedores, escritórios, bônus, contratados – o que você escolher. Mas aqui é onde a empatia se torna mais crítica. É muito fácil querer se isolar de sentir as emoções extremas que virão da perda de um emprego ou de um fornecedor seu com a perda de um cliente importante. Não se isole – lide com as coisas pessoalmente e seja um líder que está presente em tempos de crise. E se você tiver que tomar essas decisões difíceis, a empatia é muito útil.

Se você tiver que deixar os funcionários irem ou tiver que dispensá-los, faça isso 1–1 ou faça com que os membros seniores da sua equipe divida os funcionários e faça cada um por 1–1 (ou 2–1, se você precisar de RH na sala (ou “No zoom”), mas o que quero dizer é que cada funcionário afetado merece uma reunião privada e eles merecem compaixão porque, independentemente do nível de estresse em que você esteja, suas ações tornarão os níveis de estresse tão ruins quanto piores.

Eles não precisam ouvir você dizer de maneira anti-séptica: “Olha, não temos escolha. É o seu trabalho ou todos nós ficamos sem dinheiro “. Isso pode ser verdade, mas falta empatia. Deveria ser algo mais como “Infelizmente, decidimos que seu trabalho está sendo redundante. Lamento muito que isso possa afetá-lo e não tomo levianamente que carga deve ser para você. ” Claro que isso não muda o resultado, mas é a coisa mais humana a se dizer.

Você pode inserir suas próprias palavras ou frases, mas o objetivo é reconhecer a dor, o custo, a conseqüência de suas ações – mesmo que você não tenha escolha. Deixe a outra pessoa falar. Deixe que eles se emocionem. Pode ser que eles tenham que chorar ou ter que gritar com você – tanto faz. Este não é o momento de argumentar que você não tinha escolha ou que “eles não estavam realmente puxando seu peso de qualquer maneira” ou o que quer que esteja tocando em sua cabeça. Este é o momento de deixá-los dar a sua opinião. Isso não muda nada. É um momento para ficar calmo, deixar os outros desabafarem e seguirem em frente educadamente.

A empatia também pode ser financeira. Você precisa ter certeza de que está tomando decisões econômicas sólidas para sua empresa, para que eu não esteja defendendo o descuido do dinheiro, porque, se você ficar sem dinheiro, todo mundo perde o emprego e todo investidor perde o dinheiro. Mas na margem, se houver algo que você possa fazer para ter compaixão por indenizações ou benefícios médicos ou ajudar as pessoas a navegar pela assistência do governo – você deve fazer tudo o que puder. Se sua empresa puder ajudar na busca de emprego, ou continuar escrevendo ou fornecendo referências ou ligando para outras empresas para dizer que você fez despedimentos – você deve fazê-lo.

O mês de março de 2020 foi difícil para o nosso país e para o mundo e a triste realidade é que esse ainda é provavelmente o primeiro ato de uma longa série de histórias e circunstâncias de partir o coração em todo o mundo. Em tempos como esses, seus amigos, familiares, associados, colegas, funcionários e parceiros de negócios precisam de você mais do que nunca.

Se nos conhecermos pessoalmente e você achar que posso ajudá-lo, entre em contato. Eu prometo que vou ganhar tempo.

Foto de Annie Spratt em Unsplash